Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Presidente da Unimed espera crescimento com novo comando do Fluminense

Celso Barros apoiou Peter Siemsen, que assume a presidência do clube no dia 15 deste mês no lugar de Roberto Horcades

iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237881963244&_c_=MiGComponente_C

A participação de Celso Barros na campanha vitoriosa de Peter Siemsen a presidente do Fluminense mostra a sua vontade em manter o investimento da Unimed no futebol do clube. Desde 1999, quando o time disputava a Série C do Brasileiro, até hoje, com a conquista do bicampeonato da Série A, a convicção é de que a parceria valeu a pena e ainda vai dar novos frutos.

Na era Unimed, o Fluminense foi duas vezes campeão estadual e uma da Copa do Brasil, além das conquistas da Série C em 1999 e do Brasileiro deste ano. Celso ainda coloca na conta os vices da Copa Libertadores de 2008 e da Copa Sul-Americana do ano passado.

Photocamera
Washington comemora título do Fluminense após vitória sobre o Guarani

"Independentemente de ser tricolor, apostava na estratégia de marketing da empresa. Subimos de 250 mil clientes para 820 mil. Claro que não foi só com o Fluminense, também fizemos outras ações e somos líderes do mercado. Mas minha alegria maior mesmo é poder compartilhar essa alegria com torcedores de todo o Brasil", comentou Celso.

Na eleição, Celso apoiou Peter, que era candidato de oposição. Ele venceu Júlio Bueno, que tinha o atual presidente Roberto Horcades ao seu lado. O comandante da patrocinadora aposta numa futura independência do clube com o início de um novo mandato no dia 15 deste mês.

"Eu o conhecia desde 2007, quando foi candidato e admiro seu trabalho, os projetos que apresentou e sei como vai ajudar o Fluminense. Não porque ganhamos agora, mas o clube precisa crescer e se tornar autosustentável, sem depender tanto de um patrocinador. Vou ajudar enquanto puder, mas quero ver minha paixão cada vez mais forte", afirmou Celso, que não pretende se candidatar a presidente do Fluminense.

*Colaboraram Renan Rodrigues, Thales Soares e Marcello Pires

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG