Tamanho do texto

Apesar de ter chegado igual ao final do ano, “Imperador” ainda vai demorar para atingir ápice

Adriano trabalha na reapresentação do Corinthians
Gazeta Press
Adriano trabalha na reapresentação do Corinthians
Ainda vai demorar para Adriano ter pelo Corinthians o seu melhor desempenho. O preparador físico corintiano, Fábio Mahseredjian, vê que o “Imperador” precisará de até três meses para atingir sua melhor performance. E mesmo assim essa previsão está condicionada a um período em que ele não poderá ter nenhuma lesão, mesmo leve.

Leia também: Corintianos fazem teste de campo e Adriano é o primeiro a se cansar

“Se ele treinar normalmente, sem sentir nenhuma lesão muscular ou torção de joelho, ou tornozelo é possível melhorar e evoluir rapidamente. É difícil dar prazos, mas nessas condições, é possível pensar que em dois ou três meses ele poderá ter performances muito boas”, disse Mahseredjian, após o primeiro dia treinos do Corinthians em 2012.

E mais: Corinthians apresenta atacante Gilsinho e desiste de Gil e Neto Coruja

O contrato de Adriano com o Corinthians se encerra em julho deste ano e o atacante tem somente este semestre para provar que vale a pena o clube pensar em renovar o vínculo. Em 2011, devido à uma séria lesão no tornozelo esquerdo e a uma falta de compromisso com a recuperação – o atacante chegou a faltar treinos e sessões de fisioterapia – Adriano atuou em apenas quatro jogos, nenhum como titular, e marcou um gol.

Confira ainda: Com Adriano, corintianos se reapresentam e fazem exames médicos

Nas férias de dezembro, em meio à polêmicas envolvendo um tiro acidental dentro do seu carro no Rio, Adriano teve de obedecer a uma dieta e uma série de exercícios para chegar bem em janeiro. Mahseredjian diz não saber se o jogador cumpriu à risca às recomendações, mas ao menos avalia que o jogador não apresentou um ganho excessivo de peso.

A diretoria demonstra paciência e acredita que em 2012, afastado de lesões, Adriano poderá render mais que no ano passado. Uma renovação de contrato está condicionada a um comprometimento maior do atacante neste ano. “Ele está super animado. Foi passada uma programação a ele nas férias, mas se seguiu ou não, não cabe a nós. Mas deu pra ver que ele se cuidou um pouco. Chegou como saiu, não engordou. Agora é torcer para ir bem nos treinos”, disse o gerente de futebol, Edu Gaspar.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e o ajude a se manter no topo do ranking