Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Preparador diz que concorrência adiou o crescimento de Cavalieri

Marquinhos aposta no goleiro do Flu e diz que ele não teve sorte de encontrar Marcos e Reina pela frente

Marello Pires, iG Rio de Janeiro |

Diego Cavalieri chegou ao Fluminense no dia 4 de janeiro com status de craque, mas com um peso nas luvas de ser lembrado como o goleiro de apenas uma temporada. A expectativa de se firmar com a camisa 1 do atual campeão brasileiro e deixar no passado as sombras de Marcos, no Palmeiras, e Reina, no Liverpool, esbarraram na falta de ritmo e insegurança.

A segunda chance demorou quatro meses, mas chegou junto com o técnico Abel Braga e sua comissão técnica. Desta vez, Cavalieri não desperdiçou a oportunidade e parece ter conquistado o posto de titular de vez, porém, com a camisa 12, sua favorita.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Um dos responsáveis pelo bom momento do jogador e sua entrada na equipe, o preparador de goleiros Marquinhos afirma que Cavalieri recuperou a confiança com a troca no comando do futebol do Fluminense e que seus concorrentes ao longo do caminho adiaram seu sucesso.

“Substituir o Marcos não é fácil. É um goleiro que dispensa comentários. Mesmo assim o Diego Cavalieri conseguiu mostrar seu valor com o Marcos no auge. Ele teve boas passagens pelas seleções de base e tem um potencial enorme. Foi uma infelicidade ele ter encontrado bons goleiros nos clubes por onde passou. Talvez isso tenha retardado seu crescimento”, explicou Marquinhos.

O novo preparador de goleiros do Fluminense sabe que ainda é muito cedo para traçar voos mais altos. No entanto, Marquinhos afirma que as boas atuações contra Bahia e Avaí, que o credenciam como titular absoluto, foram frutos de muito trabalho.

“O Cavalieri adquiriu confiança e motivação com a troca no comando do time e tem trabalhado demais. Ele é um atleta exemplar e se dedica 110% diariamente aos treinamentos. É apenas o inicio do trabalho, mas estamos dando sorte também e conseguindo dar os primeiros passos para alcançarmos o sucesso”, disse o treinador.

“Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos”

Os elogios de Marquinho, no entanto, não se restringem ao novo titular. Segundo o treinador, a desconfiança da torcida do Fluminense em relação aos goleiros do clube estão com os dias contados.

“Os torcedores podem ficar tranqüilos. O Fluminense tem quatro goleiros excelentes, mas o Diego e Berna já são realidades. Eles têm um potencial muito grande e é minha responsabilidade solucionar os problemas. Todos comentem erros e eles vão continuar acontecendo. Falhar faz parte do aprendizado, mas estamos trabalhando para corrigir isso”, afirmou.

 

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011FluminenseDiego cavalieri

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG