Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Preocupado com segurança, Roberto Carlos pode sair do Corinthians

Diretor diz que jogador reclamou de ameaças após eliminação. Atleta desconversa e mantém o bom humor

Bruno Winckler, iG São Paulo |

A diretoria do Corinthians e Roberto Carlos estão prestes a acertar um novo futuro para o jogador, possivelmente longe do clube. Mas antes eles precisam encaixar seus discursos. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, Duílio Monteiro Alves, diretor adjunto do departamento de futebol, disse que Roberto Carlos está preocupado com as ameaças que sofreu de torcedores após a eliminação na Libertadores. Já o atleta se esquivou de perguntas sobre o assunto e manteve o habitual comportamento descontraído.

Bruno Winckler
Roberto Carlos treina normalmente no CT do Corinthians
Durante o treino, em tom de brincadeira e bem humorado, Roberto Carlos agiu com naturalidade, mas falou pouco. Ele teria recebido propostas do Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, e do Anzhi Makhachkala, da Rússia, mas brincou com a situação. "Estados Unidos?! Só de férias", disse, com um sorriso no rosto.

Duílio Monteiro Alves falou depois do atleta e tomou posição contrária. "Ele (Roberto Carlos) nos relatou umas ameaças e está preocupado em continuar aqui. Vamos conversar mais sobre isso com ele nas próximas horas, mas o Corinthians garante dentro do clube toda a segurança possível. Todos nós da diretoria sofremos ameaças, o presidente também, mas fora daqui é questão de polícia", afirmou o cartola.

Apesar da preocupação do atleta, não há negociações em andamento, segundo o diretor. "O Roberto é jogador do Corinthians, mas surgiram novos fatos nessas horas. Ele colocou essa preocupação, vamos ver qual o melhor caminho. Não recebemos contatos de outros clubes, temos que aguardar as próximas horas. O procurador dele deve chegar aqui pra ver o que pode acontecer".

Ainda segundo Alves, haverá uma reunião entre o jogador, o empresário dele, Fabiano Farah, e o presidente Andrés Sanchez. O encontro provavelmente acontecerá na sexta-feira.

O presidente corintiano está na França, onde acompanhou o último amistoso da seleção brasileira, e estará de volta ainda nesta quinta. "Quando o presidente chegar, e o Farah estiver aqui em São Paulo, a gente vê o que vai ser o melhor a ser feito. Nós gostaríamos de ter o Roberto até o fim, mas só quando todos estiverem aqui vamos ver o que será decidido", disse Alves.

De acordo com a TV Bandeirantes, o jogador teve proposta do Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. Farah, ao iG, disse que não há propostas e que o jogador respeitará seu contrato até o fim do ano. "Ele é jogador do Corinthians". O contrato de Roberto com o Corinthians é válido até dezembro de 2011.

Outro clube do exterior, o russo Anzhi Makhachkala, 11º colocado no campeonato local, também estaria interessado no jogador de 37 anos. "Não vou negar que Roberto Carlos interessa. O clube mudou com a chegada do novo dono e ele quer transformar o Anzhi em um dos grandes (times) do país", disse Said Abdulaev, diretor de futebol do clube em entrevista ao portal russo “Sports.ru”.

Alves afirma, contudo, que o Corinthians não foi procurado por nenhum clube. "A gente ainda não tem opinião formada, tudo aconteceu agora. Vamos aguardar algumas horas para falar em cima de fatos, não de suposições. O importante é ver se o Roberto está feliz ou se não está. Vamos conversar com calma e só falar em cima de fatos reais", disse o diretor adjunto corintiano.

Se está preocupado com ameaças fora do clube, Roberto parece bem mais à vontade dentro dele. Nos treinamentos desta quinta-feira, ao lado de atletas que não atuaram contra o Ituano, Roberto Carlos esbanjou sorrisos e, como de costume, brincou bastante com seus companheiros. A lesão na coxa direita, que sentiu após o primeiro jogo contra o Tolima, pela Libertadores, parece não preocupá-lo mais. Ele se movimentou bem durante um coletivo entre os reservas e não transpareceu nenhum desconforto.

"O Roberto está voltando de lesão. Se tudo ocorrer bem, esperamos que ele esteja jogando conosco em breve", disse Alves. O preparador físico Eduardo Silva, contudo, é precavido em relação à volta do jogador e descarta seu retorno domingo, contra o Paulista, em Jundiaí. "Não vou dar data fixa. O importante é dar sequência ao trabalho de recondicionamento físico", disse.

Leia tudo sobre: corinthiansroberto carlos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG