Abalados, jogadores não se prepararam adequadamente para o compromisso de quarta, contra o Ceará

Antes de ir para o treino em São Januário, o goleiro Fernando Prass visitou a família de Ricardo Gomes no Hospital Pasteur. Numa rápida conversa, o jogador se atualizou sobre o estado de saúde do treinador e, em nome do grupo, ofereceu qualquer tipo de ajudar à esposa e aos filhos de Gomes neste delicado momento.

Prass falou sobre as dificuldades na partida contra o Ceará, quarta-feira, com o técnico ainda na UTI. A partir de agora, ele acredita que os jogadores vão reagir de forma mais natural.

O camisa 1 conta que o time não se preparou adequadamente para o compromisso do meio de semana. Ainda abatidos com o AVC sofrido por Ricardo Gomes durante o clássico com o Flamengo e o risco de vida, os jogadores não se concentraram no adversário. Já para a partida de domingo, diante do América-MG, a motivação será outra.

“Para o jogo com o Ceará, a gente foi mais no psicológico mesmo. Não nos preparamos para enfrentar o adversário. Agora, não. As coisas melhoraram, sabemos da recuperação do Ricardo e estamos mais tranquilos. Agora é continuar trabalhando para provarmos que estamos na briga pelo título. O trabalho continua”, declarou Fernando Prass.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.