Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pracidelli rejeita conversa com Marcos sobre aposentadoria

Sempre falamos o contrário, queremos que ele bata recordes no Palmeiras, afirmou o preparador de goleiros

Gazeta Esportiva |

O goleiro Marcos termina a temporada 2010 com uma sensação de dúvida para o ano que vem. O grande ídolo dos últimos anos do palmeirense ainda luta para superar um desconforto no joelho esquerdo. Na verdade, as limitações vão acompanhar o pentacampeão mundial até o fim da carreira.

O preparador de goleiros do Palmeiras, Carlos Pracidelli, segue determinado em colocar Marcos em forma. Para as férias e o início do ano que vem, já há uma programação especial preparada ao goleiro. Portanto, o Verdão considera que o ídolo pode dar frutos em 2011.

"Eu não tive qualquer conversa com o Marcos sobre aposentadoria. Sempre falamos o contrário, queremos que ele bata recordes no Palmeiras", explicou Pracidelli durante os testes físicos e médicos realizados por parte do elenco na manhã desta quarta-feira.

Aos 37 anos, Marcos tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2011. No entanto, durante a atual temporada, ele mostrou-se chateado com as limitações físicas e chegou a cogitar o fim antecipado da carreira.

Para Pracidelli, Marcos será importante ao Palmeiras mesmo se não entrar em campo. "Ontem mesmo conversei com os nossos goleiros mais jovens, ressaltei a importância do Marcos, que deu muita tranquilidade ao Deola para jogar essas partidas do segundo semestre", destacou.

No ano que vem, Marcos ainda corre o risco de perder os jogos iniciais do Campeonato Paulista para buscar a forma ideal. Enquanto isso, Deola e Bruno tentam aproveitar as chances para mostrar serviço no Palestra Itália.

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG