Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pouco aproveitado, Rodrigo Possebon não descarta deixar o Santos

¿Quero jogar no Santos, mas futebol é uma caixinha de surpresas¿, disse o volante

Samir Carvalho, iG São Paulo |

Após demorar 70 dias para estrear por falta de condicionamento físico e ter realizado apenas três jogos com a camisa do Santos nesta temporada, o volante Rodrigo Possebon analisou sua situação no clube. O volante disse que pretende ficar para a próxima temporada, mas não descartou a possibilidade de uma transferência para outra equipe do futebol brasileiro.

É difícil falar de proposta. Acabei de chegar. Quero jogar no Santos, mas temos que estar sempre preparados, futebol ninguém nunca sabe onde vai estar, é uma caixinha de surpresas, afirmou Possebon.

Possebon terá mais uma oportunidade de mostrar ao técnico Adilson Batista que tem qualidades para ficar no elenco santista para a próxima temporada. Como os jogadores titulares já estão de férias e só retornam no dia 3 de janeiro para iniciar a pré-temporada, o volante está confirmado para enfrentar o Flamengo, neste domingo, às 17h (de Brasília), pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

O volante declarou levou desvantagem na disputa pela posição no time titular porque chegou ao clube apenas no segundo semestre. Desta forma, Possebon acredita que pode jogar como titular caso inicie a pré-temporada com os demais jogadores.

Fazendo uma pré-temporada e começando com o grupo eu tenho chances de jogar. Eu não vejo nenhum bicho papão, aqui tem jogadores de alto nível, mas começando do zero, todos tem chances, disse.

Possebon chegou ao Santos vindo do Manchester United, da Inglaterra, para substituir Wesley, destaque santista no primeiro semestre e que foi negociado com o Werder Bremen, da Alemanha.

O volante foi comprado por um grupo de investidores, por um valor não divulgado, e repassado ao Santos gratuitamente. Ele assinou contrato com o clube até 2014. O Santos possui 30% dos direitos econômicos do atleta e tem prioridade na compra de mais 25% até agosto de 2011. O valor está fixado em 550 mil euros (cerca de R$ 1,3 milhão).

 

 

 

 


 

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG