Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Portuguesa vira sobre Americana e confirma retorno à Série A

Equipe completou 15 jogos de invencibilidade, chegou aos 67 pontos e não tem mais chances matemáticas de sair do G4

Gazeta |

Ainda faltam seis rodadas para o fim da Série B, mas a Portuguesa já pode ser considerada uma "equipe de primeira" novamente. O acesso foi consumado na tarde deste sábado com uma vitória de virada sobre o Americana , por 3 a 2, no estádio Décio Vitta.

O time da casa ficou à frente do placar duas vezes, com gols de Válber e Marcinho. Mas Léo Silva (contra), Marco Antônio e Ivo, aposta de Jorginho no intervalo, garantiram o triunfo que colocou a Lusa de novo na primeira divisão - a última vez que o time rubro-verde disputou a Série A foi em 2008.

Veja a classificação da Série B

Dona de campanha quase irretocável, a líder Portuguesa completou 15 jogos de invencibilidade, chegou aos 67 pontos e não tem mais chances matemáticas de sair do G4. A contagem regressiva agora é para confirmar o título: a concorrente mais próxima é a vice-líder Ponte Preta, que tem dez pontos a menos e visita a Lusa no Canindé na próxima sexta.

O Americana, que não vence há cinco jogos, contou com os tropeços de Boa-MG e Sport para continuar em quarto lugar, com 50 pontos. A equipe foi dirigida pelo auxiliar Luiz Muller, que dará lugar ao estreante Roberto Fernandes na terça-feira, no duelo em casa com o Criciúma.

O jogo

A Portuguesa sofreu um baque antes mesmo do início do jogo. O meia Boquita, que seria titular, foi dispensado pela comissão técnica por causa da morte de seu pai e Jorginho optou por escalar Rai em seu lugar.

As dificuldades continuaram quando a bola rolou. Guiado pelos dribles e pela velocidade do meia Válber, o Americana começou jogando melhor. O time da casa já havia dado trabalho ao goleiro Wéverton em duas ocasiões quando a Lusa perdeu o zagueiro Rogério, que deixou o campo contundido para a entrada de Renato ainda aos 20 minutos.

Futura Press
Partida deste sábado garantiu o retorno da Portuguesa à Série A do Brasileirão

A abertura do placar pelo Americana era questão de tempo. Aos 22, Válber invadiu a área pela direita, cortou para o meio e bateu firme para fazer 1 a 0 e despertar a Portuguesa, que cresceu após sofrer o gol. O empate veio rápido, aos 27, quando Marco Antônio cobrou falta da esquerda e Léo Silva desviou de cabeça contra as próprias redes.

O jogo ficou equilibrado e Marco Antônio chegou a obrigar o goleiro Jailson a fazer boa defesa, mas o Americana voltou a ficar em vantagem ainda na primeira etapa. Com 47 minutos, a defesa rubro-verde não conseguiu afastar cruzamento de Magal e viu Marcinho aproveitar a sobra para marcar.

No intervalo, Jorginho tirou Rai - que já tinha cartão amarelo - e colocou Ivo em seu lugar. A alteração mudou a postura da Portuguesa, que cresceu e passou a ser superior ao adversário durante boa parte da etapa final. O prêmio veio logo aos 13, quando Marco Antônio teve liberdade para matar no peito na entrada da área, limpar a jogada e bater rasteiro para empatar.

O gol empolgou o time visitante, que consumou o acesso oito minutos mais tarde justamente com Ivo. Fora da área, pela direita, ele se livrou da marcação antes de bater forte e colocar a equipe paulistana na dianteira.

Ciente de que mais um tropeço pode complicar as intenções de acesso, o Americana se lançou ao ataque e espremeu a Portuguesa no campo defensivo. Foi aí que apareceu o goleiro Wéverton, que praticou uma série de pelo menos três defesas difíceis e garantiu a vitória que confirmou o retorno da Lusa à elite do futebol nacional.

FICHA TÉCNICA - AMERICANA 2 x 3 PORTUGUESA

Local: estádio Décio Vitta, em Americana (SP)
Data: 22 de outubro de 2011 (sábado)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Paulo Sérgio, Alê e Válber (Americana); Luís Ricardo, Rogério, Rai e Guilherme (Portuguesa)

Gols:
AMERICANA: Válber, aos 20, e Marcinho, aos 47 minutos do segundo tempo. PORTUGUESA: Léo Silva (contra), aos 27 minutos do primeiro tempo, Marco Antônio, aos 13 minutos do segundo tempo e Ivo, aos 21 minutos do segundo tempo.

AMERICANA: Jaílson; Paulo Sérgio, Jorge Luiz, Thiago Gomes e Magal; Léo Silva, Alê, Fumagalli e Válber; Marcinho (Danilo) e Clodoaldo
Técnico: Roberto Fernandes

PORTUGUESA: Wéverton; Luís Ricardo, Rogério (Renato), Leandro Silva e Marcelo Cordeiro; Guilherme, Henrique, Rai (Ivo), Marco Antônio e Ananias; Edno (Lucas Gaúcho)
Técnico: Jorginho
 

Leia tudo sobre: PortuguesaAmericanasérie b 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG