Líder da Série B jogou no Canindé, mas sofreu com a marcação forte do adversário e empatou sem gols

A sequência de vitórias da Portuguesa na Série B do Campeonato Brasileiro chegou ao fim na noite desta terça-feira. Apesar de jogar em casa e embalada por três triunfos consecutivos, a equipe não conseguiu furar a defesa do Americana e empatou sem gols com o time do interior de São Paulo.

Mesmo com o empate, a Portuguesa segue na liderança isolada da Série B, com 27 pontos conquistados em 13 partidas disputadas. Já o Americana soma 21 pontos, ainda entre os primeiros colocados e candidatos ao acesso à Primeira Divisão.

A Portuguesa volta a campo apenas no próximo sábado, quando enfrenta às 16h20 (de Brasília) a Ponte Preta , fora de casa, em duelo que pode valer a liderança da tabela. Um dia antes, às 19h30, o Americana pega o Criciúma , em Santa Catarina.

O jogo
A primeira chance da partida foi da Portuguesa, em cobrança de escanteio do lado direito, que Rogério desviou de cabeça e mandou a bola ao lado da trave de Jailson.

Depois da primeira chegada, a Portuguesa passou a encontrar dificuldades para ameaçar o gol do Americana. O time tentou constantemente inaugurar o placar com jogadas aéreas, mas os altos zagueiros da equipe visitante atrapalharam os planos dos comandados de Jorginho.

Já os visitantes assustaram aos 11 minutos de jogo. Paulo Sérgio dominou com espaço e fez cruzamento fechado. Weverton teve que sair da meta e dar um soco para afastar.

Boa chance para os donos dacas novamente apenas aos 39 minutos, quando Marcelo Cordeiro recebeu bola rolada e bateu com força de fora da área, obrigando Jailson a trabalhar bem e mandar para escanteio.

Na segunda etapa, a Portuguesa passou a buscar o gol com a bola no chão. Logo aos dez minutos, Luís Ricardo fez boa jogada pela direita e rolou para Edno bater dentro da área, mas a bola desviou e saiu para escanteio. Na sequência, a defesa do Americana conseguiu evitar o gol após bate e rebate na frente da meta.

Aos 15, Guilherme completou de cabeça o cruzamento de Marcelo Cordeiro e Jailson fez excelente defesa. Pressionado, o Americana pouco se arriscou no campo de ataque adversário.

O goleiro do time interiorano foi obrigado a aparecer bem novamente, aos 35 minutos, em chute cruzado de Rai. Dois minutos depois, Lucas Gaúcho também tentou de cabeça, mas parou nas mãos de Jailson, que garantiu o empate fora de casa ao Americana. Aos 47, Charles ainda aproveitou o vacilo da zaga e do goleiro da Portuguesa, e finalizou na trave.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 0 X 0 AMERICANA

Local:
Estádio do Canindé (SP)
Data: 26 de julho de 2011
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)

Cartões Amarelos: Jailson e Léo Silva (Americana)

PORTUGUESA: Wéverton; Luís Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Guilherme, Marco Antônio e Ivo (Rai); Henrique (Lucas Gaúcho) e Edno
Técnico: Jorginho

AMERICANA: Jailson; Paulo Sérgio, Henrique, Thiago Gomes e Magal; Léo Silva, Alê, Luís Felipe (Julio César) e Marcinho (Charles); André Luiz (Kassio) e Reinaldo
Técnico: Toninho Cecílio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.