Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Portuguesa passa fácil pelo Mogi, mas segue fora do G-8

Mesmo com a vitória por 3 a 1 fora de casa, a equipe fica apenas em nono lugar e joga contra o Noroeste na próxima rodada

Gazeta Esportiva |

O time do Canindé não teve dificuldades para bater o Mogi Mirim por 3 a 1, fora de casa na noite deste sábado. No entanto, a equipe continua fora da zona de classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista. Agora com 22 pontos, a Portuguesa dorme em nono lugar, enquanto o Mogi segue em 12º, com 18.

Os gols da equipe visitante foram marcados por Marcelo Cordeiro, Ivo e Luis Ricardo. Os anfitriões, que apresentaram muitas dificuldades na criação de jogadas, conseguiram diminuir com Niel, mas não chegaram a tirar o sono dos comandados de Jorginho.

Na próxima rodada, a 17ª da competição, a Portuguesa joga em casa contra o Noroeste. O atacante Jael está suspenso para esta partida, já que foi expulso no fim do duelo deste sábado após se desentender com um rival. Já o Mogi Mirim encara o Paulista de Jundiaí, no Jayme Cintra. Os dois jogos estão marcados para domingo. Niel, suspenso pelo terceiro amarelo, será a baixa.

Futura Press
Jael, atacante da Lusa, finaliza na partida disputada em Mogi Mirim

O jogo
Assim como na derrota para o Santos, no meio de semana, o maior problema do Mogi Mirim estava no meio-campo. Mesmo jogando em casa, a equipe não conseguiu se impor justamente porque reter a posse de bola e chegar com perigo nas finalizações era tarefa impossível. Os visitantes foram superiores, mas também exageraram nos erros: foram mais de 100 passes errados ao longo do jogo.

A Lusa, ganhando moral a cada rodada na briga por um lugar no G-8, aproveitou-se rápido. Aos 17 minutos, Marcelo Cordeiro bateu falta pela direita e viu a bola passar por toda a área sem ser desviada antes de balançar as redes do goleiro João Paulo, que nada pôde fazer. Pouco antes, o arqueiro havia feito defesa salvadora após cabeçada de Domingos.

O Mogi Mirim tentou a reação e deu trabalho para Weverton em dois lances. Com 27 minutos do primeiro tempo, a primeira chegada: Niel arriscou da entrada da área e o goleiro defendeu em dois tempos. No minuto seguinte, Cris cruzou da direita e Weverton precisou se esticar para espalmar a bola que entraria direto, sem ser desviada.

Mas o balde de água fria veio aos 46 minutos. Após passe de calcanhar de Jael, Henrique encontrou Ivo sozinho pela esquerda da área. Ele bateu cruzado e fez o segundo.

No segundo tempo, o Mogi começou mais presente no campo de ataque e até criou uma boa chance com Cristiano. A tentativa por cobertura, porém, foi frustrada. Quem teve melhor sorte foi Luis Ricardo, aos 14 minutos. Na entrada da área, ele pedalou e disparou um chute forte e colocado, no ângulo do arqueiro rival.

Com o resultado garantido, a Portuguesa se deu ao luxo de dar espaços ao rival. Guilherme chegou a acertar a própria trave ao tentar cortar um cruzamento, mas o gol de honra do Mogi só saiu com Niel, aos 31, em chute preciso após passe de Denilson.

Leia tudo sobre: campeonato paulista2011portuguesamogi mirimg8

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG