Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Portuguesa goleia o Mirassol e cola na zona de classificação

Vitória por 4 a 1 no estádio do Canindé deixa o time momentaneamente em nono lugar, a dois pontos do G-8

Gazeta Esportiva |

Se na Portuguesa já havia pessoas calculando os pontos necessários para evitar o rebaixamento à Série A-2 do Campeonato Paulista, o time provou sua força na tarde deste sábado, no Canindé. A equipe do técnico Jorginho não tomou conhecimento do Mirassol, que figurava como candidato a atrapalhar os grandes, e goleou por 4 a 1.

Mais do que o convincente placar, a partida valeu três pontos que aproximaram a equipe das oito primeiras colocações. O clube encerrou o jogo em nono lugar com 18 pontos, apenas dois abaixo do Oeste, que ainda atuará pela 14ª rodada e que ocupa a oitava colocação do Paulista, na zona de classificação para as quartas de final.

Já o clube interiorano terminou a partida em sexto lugar, com 23 pontos, mas ainda com boas chances de se confirmar na próxima fase do Estadual. O time, no entanto, deixou a desejar neste fim de semana. Terminou o primeiro tempo perdendo por 2 a 1 e levou dois gols em três minutos para ser goleado na etapa final.

O jogo

O Mirassol que entrou em campo no Canindé nem parecia uma equipe que já liderou o Estadual e deu trabalho para ser derrotada pelo Corinthians no último domingo. A postura dos visitantes era totalmente retraída, praticamente abdicando de atacar, oferecendo todo o seu campo para a Portuguesa trabalhar a bola.

Como se poderia prever, a equipe da casa pressionou e o confronto ficou tão parecido com um treino de ataque contra defesa que era óbvio que o primeiro gol seria questão de tempo. E ocorreu aos 23 minutos, graças a uma falha do sistema defensivo do Mirassol. O meia Henrique cruzou, Dezinho furou e Luis Ricardo aproveitou para abrir o placar.

Ao ver sua estratégia ser facilmente superada, o time do interior se perdeu totalmente, deixou o elenco da Portuguesa atuar e ir à frente como quisesse. Para completar, um lance duvidoso ajudou os anfitriões a aumentar a vantagem no marcador. Aos 33 minutos, Marcelo Cordeiro dividiu na área com Gustavo Bastos e cavou pênalti, que Jael converteu.

Mesmo acuado, o Mirassol teve oportunidade de buscar esperança. Em uma das raras vezes em que atravessou o meio-campo, a equipe conseguiu uma penalidade amplamente contestada pelos donos da casa, aos 37 minutos, em jogada envolvendo Gustavo Bastos e Ferdinando. Xuxa mandou nas redes, na ambição de um segundo tempo melhor.

O técnico Jorginho, contudo, fez com que seu time se aproveitasse da ampla supremacia demonstrada nos primeiros 45 minutos. A goleada que só não se consolidou antes do intervalo devido às defesas do goleiro Fernando Leal se confirmaria pela postura bastante agressiva dos mandantes.

Aos 11 minutos, Jael fez o seu segundo gol na partida concluindo bela jogada tramada no ataque, que começou com um cruzamento de Fabrício e teve um passe de calcanhar de Luis Ricardo para que Jael girasse sobre a marcação e acertasse o ângulo direito de Fernando Leal. Aos 14 minutos, Henrique fechou o placar em jogada individual.

O restante do confronto foi uma tentativa do Mirassol mostrar que conseguia atacar, mas o desesperado time do interior foi facilmente anulado pelo sistema defensivo da Portuguesa. Em desvantagem no placar, a equipe se lançava displicentemente ao ataque e só não levou mais gols graças à tarde inspirada do goleiro Fernando Leal.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 4 X 1 MIRASSOL

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 19 de março de 2011, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP)
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Risser Jarussi Corrêa (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Magno de Sousa Lima Neto e Leomar Oliveira Neves (ambos de SP)
Público: 919 pagantes
Renda: R$ 22.300,00
Cartões amarelos: Ferdinando, Fabrício e Preto Costa (Portuguesa); Fabinho Capixaba e Serginho (Mirassol)

GOLS:
PORTUGUESA:
Luis Ricardo, aos 22, e Jael (pênalti), aos 34 minutos do primeiro tempo; Jael, aos 11, e Henrique, aos 14 minutos do segundo tempo
MIRASSOL: Xuxa (pênalti), aos 36 minutos do primeiro tempo

PORTUGUESA: Weverton; Marcos Pimentel, Maurício, Preto Costa e Marcelo Cordeiro; Ferdinando (Ademir Sopa), Guilherme, Henrique (Ananias) e Fabrício; Jael (Kempes) e Luis Ricardo
Técnico: Jorginho

MIRASSOL: Fernando; Fabinho Capixaba, Gustavo, Dezinho e Diego (Renato Peixe); Jairo, Magal, Xuxa e Esley; Serginho (Marcelinho) e Wellington Amorim (Reinaldo Alagoano)
Técnico: Ivan Baitello

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2011portuguesamirassol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG