Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Porto vence em casa e entra na torcida pelo Benfica para ficar em 1º

Vitória por 2 a 0 sobre o Olhanense garantiu provisoriamente a equipe do brasileiro Hulk na liderança

Gazeta |

Disposto a assumir a liderança do Campeonato Português , o Porto não deu trégua ao Olhanense e venceu tranquilamente por 2 a 0 neste sábado, abrindo a disputa da 25ª rodada da competição. Com gols de Lucho González e James Rodríguez , a equipe do brasileiro Hulk construiu seu resultado no estádio do Dragão e agora torce por empate ou vitória do rival Benfica na outra partida do dia.

Deixe sua mensagem e comente a notícia com outros torcedores

Os atuais segundo e terceiro colocados se enfrentam em confronto direto pela liderança do Campeonato Português. Com 60 pontos conquistados, o Porto assumiu a ponta de forma provisória após a vitória contra o Olhanense. Mas, em caso de vitória do Braga, que atingiria 61 pontos, o time volta ao segundo lugar. Portanto, a torcida dos Dragões é por empate ou vitória do Benfica, que chegaria aos ‘inofensivos’ 59 pontos.

O Jogo

Os primeiros cinco minutos de bola rolando deram a impressão de que o Olhanense, atualmente em sétimo, poderia ser um adversário à altura do Porto. A lembrança do primeiro turno, quando os Dragões pressionaram, mas não conseguiram sair do 0 a 0 acabou voltando para atormentar o time da casa.

A primeira oportunidade criada pelo Porto foi aos 17 minutos, quando Hulk arrematou da entrada da área e o brasileiro Fabiano, ex-jogador do São Paulo, fez boa defesa. No lance seguinte, quando o goleiro recolocou a bola em jogo, João Moutinho roubou de Cauê e encontrou Hulk no meio da área para fuzilar, mas esbarrar outra ver na ‘parede’.

O primeiro gol aconteceu aos 24 minutos do primeiro tempo, quando a defesa do Olhanense não conseguiu cortar o contra-ataque do Porto e a bola acabou sobrando para chute rasteiro de Lucho González, que abriu o placar no estádio do Dragão.

O goleiro Fabiano acabou evitando uma goleada do Porto em dois lances decisivos para a sequência da partida. O primeiro foi aos 40 minutos, quando João Moutinho bateu de fora da área e o brasileiro praticou boa defesa. No segundo minuto da etapa complementar, mais um ‘milagre’: após cruzamento de Sapanaru, Hulk apareceu na segunda trave para concluir e obrigar Fabiano a se esticar para evitar o segundo gol do Porto.

A pressão acabaria rendendo frutos aos 19 minutos do segundo tempo, no momento em que Defour, que havia acabado de entrar, e Hulk fizeram tabela desde a entrada da área e o atacante da Seleção Brasileira observou a passagem de James Rodríguez, que fintou e acertou o canto de Fabiano para fechar o placar.

Nos últimos minutos da partida, o lateral Alex Sandro, ex-Santos, acabaria entrando no lugar do uruguaio Alvaro Pereira, sem mudar a história do jogo.

Leia tudo sobre: futebol mundialportugalporto

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG