Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Porto confirma saída de técnico, que deve ir para o Chelsea

Chamado de "novo Mourinho", jovem treinador segue os passos do "mestre", trocando Portugal pela Inglaterra

AE |

AP
Villas-Boas foi campeão português invicto e ainda faturou Liga Europa e Copa de Portugal com o Porto
O Porto anunciou oficialmente nesta terça-feira que o técnico André Villas-Boas pediu demissão do comando do time, ficando assim livre para acertar uma provável transferência para o Chelsea , da Inglaterra .

Por meio de um comunicado, o clube português informou que o treinador aceitou a cláusula do seu contrato que prevê o pagamento de uma multa de 15 milhões de euros (R$ 34,3 milhões) para poder ser rescindido antes do seu final. O Porto, porém, não forneceu mais detalhes sobre o rompimento do compromisso atual com o comandante.

Agências de notícias, jornais e sites portugueses noticiaram na última segunda-feira que o Chelsea concordou em pagar a rescisão contratual ao Porto para contratar Villas-Boas, de 33 anos, que chegaria ao clube inglês para substituir o demitido Carlo Ancelotti.

Também na última segunda, o Chelsea anunciou, por meio de nota oficial, que espera anunciar um novo treinador "nos próximos dias". Villas-Boas foi assistente-técnico do português José Mourinho - que já comandou a equipe inglesa - e ficou valorizado na última temporada ao conquistar o Campeonato Português, a Copa de Portugal e a Liga Europa pelo Porto.

De acordo com a imprensa portuguesa, Villas-Boas deverá assinar um contrato de três anos com o Chelsea. Caso o negócio com o treinador realmente se concretize, ele seguirá a mesma trilha percorrida por Mourinho, que trocou o Porto pela equipe inglesa, em 2004, logo depois de ser campeão da Liga dos Campeões da Europa na temporada 2003/04 no comando do time português.

Leia tudo sobre: Futebol MundialInglaterraPortugalPortoChelsea

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG