Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Porto acusa Benfica e repudia medida de segurança do estádio rival

Time lisboeta proibiu torcedores visitantes de utilizarem adereços como bandeiras, camisas ou faixas

Gazeta |

O maior clássico do futebol português terá mais um capítulo no próximo domingo. O Benfica recebe o Porto no Estádio da Luz, buscando evitar o título da equipe rival. E como acontece no Brasil, os dias que antecedem essas partidas costumam ser cheios de polêmica.

Nesta quinta-feira, um comunicado oficial foi publicado no site oficial do Porto. Intitulado "A lei à moda de Lisboa", o texto acusa o Benfica de tomar medidas "próprias de ditaduras", ao proibir os torcedores da equipe visitante de utilizarem adereços alusivos ao clube, como bandeiras, camisas ou faixas.

O documento também afirma que o Benfica possui duas torcidas organizadas ditas ilegais ("No Name Boys" e "Diabos Vermelhos"). As agremiações, que nunca efetuaram o registro dos seus elementos, frequentam normalmente o Estádio da Luz.

Finalizando, a diretoria do Porto ressaltou que todos os adeptos de times adversários entram com material alusivo aos seus clubes no Estádio do Dragão. Inclusive as organizadas, desde que legalizadas, podem entrar com material do próprio grupo. E pediu aos seus torcedores que mantenham um comportamento cívico e pacífico na partida.

Leia tudo sobre: PortoBenficaportugalfutebol mundialpolêmicatorcida

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG