Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem batismo oficial, qual deve ser o nome do estádio do Corinthians?

Clube negocia valor inédito por naming rights e rejeita apelidos que caíram no gosto popular

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O Corinthians espera arrecadar até R$ 400 milhões com a venda do nome do seu estádio em Itaquera, em obras para abrir a Copa do Mundo de 2014 . O valor já seria recorde entre clubes de futebol no mundo, mas além da dificuldade natural que teria para alcançá-lo, o clube paulista tem um inimigo claro para conseguir arrecadar a quantia desejada: os apelidos Fielzão e Itaquerão.

Você concorda? Vote na enquete ao lado

O clube paulista entrou na luta contra a propagação dos apelidos e pede que empresas jornalísticas evitem que se utilize tais alcunhas para nomear o estádio do Corinthians.

Leia também : Rejeitado no Corinthians, nome Fielzão é registrado por empresário

 "Quando insistem em apelidar de Itaquerão não é bom jornalismo. Fazemos um apelo. Não acho que atrapalha (dar apelido para vender o nome), mas acho que agride, demonstra desprezo, irrita e só agrada as outras torcidas. Nós temos certeza que vamos prestigiar muito quem comprar essa propriedade", disse o diretor de marketing corintiano, Luís Paulo Rosenberg que sonha com no mínimo R$ 30 milhões anuais para bancar o financiamento junto ao BNDES de R$ 400 milhões. O valor seria o maior da história deste negócio no mundo. Os outros R$ 420 milhões serão arrecadados com incentivos fiscais .

O Arsenal , referência mundial no ramo de naming rights com o seu estádio, não passou nem perto do valor almejado pelo Corinthians quando batizou sua arena. Em 2004, depois de se desfazer do estádio de Highbury e passar a jogar no seu novo estádio, o clube inglês fechou um acordo com a companhia aérea Emirates por 100 milhões de libras (R$ 266 milhões na cotação atual) válido por 15 anos (algo em torno de R$ 18 milhões por ano)

Leia ainda: Depois da Argentina, Corinthians quer filial na China e em Angola

O Corinthians ganhou o apoio da Fifa contra os apelidos, mas acabou não gostando tanto da alternativa dada pela entidade. Em seu site, a a entidade chama o estádio de Arena de São Paulo, que acaba fazendo alusão ao rival do Morumbi.

“A cada semana que passa, aquilo ganha cara de estádio. Quero vender uma realidade e não um sonho. Contatos têm sido feitos e existe um apelo enorme. Vamos usar o naming rights para pagar o nosso financiamento, que tem três anos de carência”, disse Rosenberg.

Veja fotos desta madrugada das obras do estádio do Corinthians:

Entre para a torcida virtual do Corinthians e deixe sua opinião sobre o nome do estádio

 

Leia tudo sobre: corinthianscopa 2014arena corinthiansfielzão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG