Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por vaga em 2012, Brasil inicia hexagonal com goleada sobre Chile

Neymar, duas vezes, Lucas, Diego Maurício e Willian José marcaram nos 5 a 1 pelo Sul-Americano sub 20

Gazeta Esportiva |

Reuters
Com dois gols, Neymar comandou a goleada brasileira sobre o Chile nesta segunda-feira
A seleção brasileira sub 20 estreou com vitória no hexagonal decisivo do Sul-Americano da categoria, competição que dá a vaga olímpica aos dois melhores classificados. Neymar, duas vezes, Lucas, Diego Maurício e Willian José marcaram bonitos gols e deram aos garotos do Brasil um triunfo por 5 a 1 sobre o Chile, em Arequipa, no Peru.

Principal destaque e artilheiro do torneio com sete gols, Neymar chamou a responsabilidade e criou praticamente todos os lances de perigo da equipe verde-amarela quando o jogo estava complicado. De falta, ele abriu o marcador no primeiro tempo, mas Carrasco aproveitou falha da zaga e do goleiro Gabriel e empatou no lance seguinte.

No início da etapa final, o santista fez mais um e tranquilizou a equipe, que confirmou a vitória na base do contra-ataque: marcou o terceiro com Lucas, por cobertura, o quarto com Diego Maurício, que havia acabado de entrar em campo, e o quinto com Willian José, de cabeça.

Uruguai e Equador também estrearam na fase final com vitórias, ambas por 1 a 0, sobre Colômbia e Argentina, respectivamente. Sendo assim, em função dos quatro gols de saldo, a liderança é do Brasil, que agora volta a campo na madrugada de quinta para sexta-feira, às 0h10 (de Brasília), contra a Colômbia. Às 22 horas de quinta, os chilenos encaram a Argentina.

O jogo
Ney Franco promoveu as entradas de Fernando e Oscar nos lugares de Zé Eduardo e Henrique. Com isso, fortaleceu o meio-campo e exigiu uma maior aproximação dos meias de Willian José, solitário à frente. No primeiro tempo, Neymar executou bem a função e foi o responsável pelas principais chegadas verde-amarelas.

Como de costume, o Brasil começou tentando impor seu ritmo sobre o adversário, mas não teve bom rendimento quando estava sem a bola. Sendo assim, teve mais posse de bola durante o equilibrado primeiro tempo, mas viu o Chile criar boas oportunidades de gol.

Em sua primeira grande chance, o Brasil balançou as redes. Aos 17 minutos, Neymar cobrou falta sofrida por Lucas com perfeição e ainda viu a bola caprichosamente tocar o travessão antes de entrar.

No lance seguinte, porém, a defesa brasileira cochilou e só olhou a finalização de Carrasco, que aproveitou cruzamento da esquerda e, sem ângulo, colocou a bola entre a trave e o goleiro Gabriel para empatar.

A seleção brasileira respondeu aos 25 minutos, quando Neymar tabelou duas vezes com Willian José na entrada da área e, contando com um desvio da zaga, quase encobriu Alfaro. Dois minutos mais tarde, os chilenos quase viraram em falta cobrada por Pinares, que carimbou a trave. Antes do intervalo, Pinares apareceu novamente e, sozinho na área, exigiu boa defesa de Gabriel.

No segundo tempo, o Brasil começou melhor e logo conseguiu o segundo gol, de novo com Neymar. Aos dois minutos, Oscar cruzou da esquerda e Bruno Uvini escorou de cabeça para o camisa 7 se antecipar aos defensores antes de chutar de primeira, anotando outro bonito tento.

Depois do gol, a seleção brasileira melhorou seu posicionamento defensivo e pouco forneceu espaços aos chilenos. Além disso, conseguiu encaixar bons contra-ataques. Foi assim que saiu o terceiro gol: aos 20, Willian José escorou de cabeça após lançamento longo e Lucas ficou livre para invadir a área e encobrir o goleiro, marcando um golaço.

Ney Franco ainda foi obrigado a trocar o lateral direito Danilo, com dores na virilha, por Galhardo. Depois, Lucas sentiu o tornozelo e deu lugar a Diego Maurício, que mostrou estrela. Em seu primeiro lance, recebeu de Neymar e tocou na saída de Alfaro para fazer mais um, aos 36. O flamenguista voltou a aparecer aos 44, quando cruzou da direita para Willian José fechar o placar de cabeça.


FICHA TÉCNICA - BRASIL 5 x 1 CHILE

Data: 01 de fevereiro de 2011
Horário: 0h10 (de Brasília)
Local: estádio Monumental UNSA, em Arequipa (Peru)
Árbitro: Omar Ponce (EQU)
Auxiliares: Christian Lescano e Miguel Nievas
Cartões amarelos: Neymar (BRA), Magaña, Gallegos, Opazo e Silva (CHI)
Cartão vermelho: Não houve

GOLS: BRA - Neymar aos 17 min. do 1º tempo e aos 2 do 2º, Lucas aos 20, Diego Mauricio aos 36 do 2º e Willian José aos 44 do 2º tempo. CHI - Carrasco aos 18 min. do 1º tempo

BRASIL: Gabriel; Danilo (Galhardo), Bruno Uvini, Juan e Alex Sandro; Casemiro, Fernando, Lucas (Diego Mauricio) e Oscar; Neymar (Henrique) e Willian José. Técnico: Ney Franco.

CHILE: Alfaro; Magaña, Martinez, Casanova (Guerrero) e Márquez; Carrasco, Pinto, Pinares (Gonzalez) e Gallegos (Opazo); Silva e Reyes. Técnico: César Vaccia.

Leia tudo sobre: sub 20seleção brasileirasul-americanochileolimpíadas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG