Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por título, Corinthians recebe o Vasco com obrigação de vencer

Se passar pelo Vasco, time paulista adia em uma rodada a definição do Brasileiro e mantém vivo o sonho de não passar centenário em branco

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859933664&_c_=MiGComponente_C

Manter vivo o sonho de conquistar um grande título no ano do seu centenário é a missão do Corinthians que recebe o Vasco neste domingo, às 17h, no Pacaembu. Só uma vitória contra os cariocas deixará a equipe paulista ainda no páreo do Brasileirão. Para isso, o Corinthians precisará ganhar seu jogo e torcer por um tropeço do líder Fluminense contra seu rival Palmeiras para reassumir a liderança uma rodada antes do final do campeonato.

O Vasco, acomodado na 11ª colocação, pode tirar o Corinthians da briga pelo título e tem como objetivo carimbar vaga na Sul-Americana. O Corinthians tem 64 pontos e está um atrás do Fluminense. O Vasco, com 46 pontos, só precisa de um ponto em dois jogos para se garantir no torneio continental do ano que vem.

O técnico corintiano Tite diz acreditar que o Corinthians não terá vida fácil para superar o Vasco, apesar da motivação do adversário não estar nas alturas. O meia vascaíno Felipe disse durante a semana que é natural uma equipe que briga por alguma coisa correr mais que outra sem muitas pretensões e que ainda pode ajudar um rival.

Com dores no joelho direito, o jogador acabou vetado na véspera da partida. Não caio nessa de motivação. O Vasco tem um time rápido que vai vir para dificultar a nossa vida. Não tenho ilusões, disse Tite na sexta-feira.

Tite também evita pensar no que pode acontecer na partida entre Palmeiras e Fluminense, que se enfrentarão no mesmo horário na Arena de Barueri. Pressionados, os jogadores palmeirenses ouviram da própria torcida que o melhor a fazer é entregar o resultado para o Fluminense.

Um tropeço contra o time carioca poderia devolver o favoritismo ao Corinthians em caso de vitória contra o Vasco. Na internet, na página oficial da principal facção organizada do rival corintiano, há um pedido claro para que os jogadores não tirem pontos do Fluminense.

Esse assunto é muito pequeno para mim e eu prefiro não falar muito disso. Eu acredito que os jogadores do Palmeiras jogarão para vencer. Mas de qualquer forma eu acredito que não será nessa rodada que o campeonato será decidido. E quem for campeão no final será por merecimento, disse Tite lembrando de Fluminense e Cruzeiro, seus rivais na disputa.

Para o jogo o Corinthians não terá dois de seus principais nomes. Ronaldo, machucado, e Elias, suspenso, são as baixas de Tite. O treinador não fez muito mistério durante a semana e escalará Dentinho no lugar do "Fenômeno" e Danilo na vaga deixada por Elias no meio-campo.

Vou apostar na boa fase dos meus quatro jogadores de frente, disse Tite, citando Bruno César, Danilo, Dentinho e Jorge Henrique. O treinador só não quis ser específico ao responder uma pergunta sobre quem terá a função de ser a referência do ataque corintiano na ausência de Ronaldo.

Ainda não decidi como vai ser. Pode ser o Dentinho ou Jorge. O Corinthians tem duas formações básicas, 4-2-3-1 e 4-4-2, com um losango no meio, e podemos variar isso durante a partida, disse Tite.

Para Dentinho é hora de todos dividirem a responsabilidade. Nosso grupo é qualificado, a gente sabe a falta que o Ronaldo faz em campo. Mas é hora de quem está ali na frente, eu, Jorge Henrique, Bruno César chamar a responsabilidade, disse o atacante que desfalcou o time no último jogo contra o Vitória.

No Vasco, Felipe será substituído por Allan, que jogará ao lado de Renato Augusto, Rômulo e Zé Roberto no meio campo. No ataque jogam Éder Luis e Carlos Alberto. Na defesa, Dedé terá a parceria de Douglas, jovem zagueiro que se destacou no campeonato brasileiro Sub-23.  Outra novidade para a partida é o retorno do lateral-esquerdo Ramon.

O jogador, recuperado de dores na coxa direita, diferente de Felipe, diz que está muito motivado para o jogo e não vê problema em vencer o Corinthians e assim ajudar o Fluminense, rival local do Vasco, a ficar com o título. Eu prefiro que o título fique no Rio. Vai ser bom para a cidade, como foi com  Flamengo em 2009, disse.

O técnico PC Gusmão prefere ignorar a influência do Vasco na disputa do título brasileiro e diz que sua preocupação é garantir à sua equipe a classificação para a Sul-Americana de 2011. O Vasco ainda tem pretensões no campeonato. Temos uma Sul-Americana para assegurar a vaga e mostrar que ainda estamos vivos. Se não fizermos a nossa parte, estamos fora, disse PC.

FICHA TÉCNICA ¿ CORINTHIANS x VASCO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 28 de novembro de 2010
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (Fifa/RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Bruno César e Danilo; Jorge Henrique e Dentinho  Técnico: Tite.

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Douglas e Ramon; Rômulo, Renato Augusto, Allan e Zé Roberto; Carlos Alberto e Eder Luis  Técnico: PC Gusmão

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthiansvasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG