Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por segurança, Líbia e Moçambique jogam sem torcida no Egito

Partida pelas eliminatórias da Copa das Nações Africanas será neste sábado

iG São Paulo |

A partida entre as seleções da Líbia e de Moçambique, neste sábado, pelas eliminatórias da Copa das Nações Africanas, será realizada com portões fechados. A medida, segundo a Confederação Africana de Futebol, é para evitar problemas de segurança para os líbios, que passam por uma gu erra em seu país . O jogo será disputado no Egito.

O técnico brasileiro Marcos Paquetá chegou ao país na quinta-feira e já está trabalhando com os seus jogadores. Ele informou que alguns atletas não puderam ir devido a guerra na Líbia. “Não achava que todos viriam por causa da situação delicada do país e fiquei surpreso quando vi que 35 jogadores haviam se apresentado. Mesmo assim, alguns convocados não compareceram. Ninguém soube me informar o motivo dessas ausências, mas torço para que esses jogadores e seus familiares estejam em segurança. Benghazi e Trípoli são as cidades onde reside a maioria dos atletas. Acredito que o fato desses locais estarem com a situação relativamente um pouco mais segura foi o responsável pelo grande comparecimento. A maior preocupação deles, como não poderia deixar de ser, é com a segurança de suas famílias”,disse Paquetá.

A Federação de Futebol da Líbia era financiada por Muamar Gadafi. Como o dinheiro do governo está bloqueado, devido a guerra no país, alguns empresários líbios bancaram a viagem e a hospedagem dos jogadores no Egito.

Ao iG, brasileiro se diz apreensivo com futuro da Líbia


Marcos Paquetá está no cargo desde julho de 2010. Em fevereiro, ele retornou para o Brasil quando os conflitos se acirraram na Líbia.

A seleção do país ocupa a segunda colocação no grupo 3 das Eliminatórias para a Copa das Nações Africanas, com oito pontos conquistados em quatro jogos. Zâmbia lidera a chave, com nove pontos. Os primeiros colocados das 11 chaves das eliminatórias e os dois melhores segundos colocados garantirão vaga na competição, que será realizada em 2012 no Gabão e na Guiné Equatorial.
NYT
Líbios fazem visita ao quartel-general de Muamar Kadafi em Trípoli, tomado por rebeldes (28/08)

 

Leia tudo sobre: Marcos PaquetáLíbiafutebol mundialMuamar Kadafi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG