Time catarinense tem feito boa campanha no Brasileirão e vai jogar em casa contra uma equipe que ainda luta contra o rebaixamento

O duelo das 16 horas (de Brasília) de domingo com o Bahia não vale apenas três pontos para o Figueirense . Uma vitória no Orlando Scarpelli garantirá a pontuação, mas também dará ao Alvinegro a melhor série de vitórias da equipe em Campeonatos Brasileiros e ainda manterá vivo o sonho de conquistar uma vaga para a Libertadores - algo inédito na história do clube.

Até o momento, o recorde de invencibilidade no Brasileirão do Figueirense foi em 2004, quando o time à época comandado por Dorival Júnior ficou dez jogos sem perder. A marca foi igualada após a vitória sobre o Palmeiras , na última rodada, e agora pode ser batida em caso de novo triunfo. Mas o foco no time catarinense não é esse. Os jogadores estão animados com a possibilidade de disputar a Libertadores.

"A gente já igualou uma marca história e seria muito legal batê-la para marcar nossos nomes. Mas o pensamento principal é a Libertadores. A gente sempre sonhou com isso (a vaga para a competição), e hoje é muito possível. Nós estamos a sete jogos do fim do campeonato e a três pontos do G5. Então, enquanto houver chances, nós vamos atrás, e cada jogo será uma decisão", declarou o goleiro Wilson.

Para a 'decisão', o técnico Jorginho deve ter duas baixas. Wilson Pittoni sofreu uma entorse no tornozelo direito e pode desfalcar o time por até um mês. O meia Fernandes chegou a ser poupado das atividades durante a semana por conta de uma gripe e ainda é dúvida. Bruno e Ygor voltam de suspensão.

A boa fase do Figueirense rendeu elogios por parte do Bahia, que adotou um discurso bastante respeitoso antes do duelo. "O Figueirense, hoje, é a sensação do campeonato. Poucos acreditavam neles, mas eu sempre acreditei desde o primeiro jogo do Brasileirão, quando venceram o Cruzeiro. Um time bem arrumadinho e que sabe jogar fora de casa", disse o técnico Joel Santana.

Mesmo cientes do bom momento do rival, os jogadores do Bahia sabem que precisam conquistar a vitória para não se complicarem na tabela - o time está a quatro pontos da zona de rebaixamento. O duelo, portanto, também se torna decisivo para o Bahia, que não poderá contar com Carlos Alberto, Jancarlos e Marcos, vetados pelo departamento médico. Ricardinho e Magno são dúvidas.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE X BAHIA

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 30 de outubro de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Vicente Romano Neto (ambos de SP)

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, Roger Carvalho, Edson e Juninho ; Ygor, Túlio, Maicon e Elias; Wellington Nem e Júlio César
Técnico: Jorginho

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcone, Paulo Miranda, Danny Morais e Dodô; Fahel, Fabinho, Hélder e Jones; Gabriel e Souza
Técnico: Joel Santana

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.