Com passagem marcante pelo Náutico, arqueiro diz que pretende seguir no futebol, mas como técnico

O goleiro Eduardo , do Figueirense , mas com passagem de destaque no Náutico , encerrou sua carreira aos 33 anos. Por problemas cardíacos, o jogador deixa a vida de jogador, mas deseja continuar no futebol.

"Encerro minha carreira com tranquilidade aqui no Figueirense e já começo meu estágio para começar minha nova fase, a de treinador de futebol", afirmou o goleiro em entrevista ao site oficial do Náutico, clube pelo qual o arqueiro atuou mais de 100 vezes.

Em sua carreira, Eduardo passou por: Portuguesa-RJ, Bangu, Atlético-MG , Portuguesa , Grêmio , Brasiliense, América-RJ, Náutico, Ceará , Resende e Figueirense.

Eduardo (de cinza) defende bola em seus tempos de Náutico. Jogador teve que se aposentar aos 33 anos
Gazeta Press
Eduardo (de cinza) defende bola em seus tempos de Náutico. Jogador teve que se aposentar aos 33 anos
De acordo com a assessoria de imprensa do time catarinense, nesta terça-feira, às 15h (horário de Brasília), na reapresentação do elenco, haverá uma coletiva com o jogador e o médico do clube, Sérgio Eduardo Parucker, para explicar a situação.

Foi a segunda notícia ruim para os torcedores do Figueirense nos últimos dias, já que o atacante Dudu s e envolveu em um acidente de carro que terminou com a morte de três pessoas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.