Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por polêmica de 1987, Flamengo promete ir à Fifa contra o Sport

Clube diz que caso deveria ser discutido apenas no âmbito da CBF e não judicialmente como fez o rival

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A briga pelo reconhecimento do Flamengo como um dos campeões brasileiros de 1987 segue. Nesta quarta-feira, a CBF revogou o título do clube, atendendo uma decisão da 10a Vara da Justiça Federal de Pernambuco. Agora, a promessa é de que a Fifa será acionada para tomar providências contra o Sport, autor da ação, que exige ser tratado como único campeão daquele ano.

iG Flamengo no Twitter: saiba tudo sobre seu time

“Imediatamente, vamos entrar com recurso em Pernambuco, esperando o tribunal proferir outra decisão, já que está é absurda. O poder judiciário não pode determinar o que uma entidade esportiva, com autonomia e independência, deve decidir. O Flamengo pretende ir à Fifa para que sejam tomadas medidas contra o Sport. Essa é uma batalha para ser travada no âmbito da CBF e não judicialmente”, disse o procurador geral do Flamengo, Rafael De Piro.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

Em fevereiro deste ano, a CBF publicou uma resolução de diretoria, informando que reconhecia o Flamengo como um dos campeões brasileiros de 1987. Desde então, o clube passou a buscar a Taça de Bolinhas, entregue pela Caixa Econômica Federal ao São Paulo, que se considerava então o primeiro pentacampeão do país, enquanto o Sport procurava uma forma de revogar a decisão da entidade.

Lá se vão 24 anos do fim daquela competição, mas De Piro acredita que a briga está longe de terminar. Há ações tramitando no Rio, em São Paulo e Pernambuco sobre o caso, envolvendo Flamengo, Sport, São Paulo, Caixa e CBF.

“Essa é mais uma decisão no meio desse imbróglio, passível de recurso. Isso vai terminar no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília”, disse De Piro, lembrando que na nova resolução da CBF, a entidade mantém um parecer favorável ao Flamengo. “Há uma ressalva, de que só tomou essa atitude por causa da decisão judicial. Pelo entendimento dela, o reconhecimento ao Flamengo não contraria os limites da coisa julgada”.

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011Sport

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG