Tamanho do texto

Antes de escalar Ganso contra o Peñarol, Muricy quer utilizar o meia alguns minutos no próximo sábado

Após o meia Paulo Henrique Ganso começar a treinar no campo, o técnico Muricy Ramalho ficou animado em relação à presença do camisa 10 nos dois jogos da final da Copa Libertadores da América, diante do Peñarol, do Uruguai, nos dias 15 e 22 deste mês. Sendo assim, a comissão técnica do Santos pretende fazer um teste com o jogador antes da final da Libertadores. O planejamento santista é tentar colocar o meia em alguns minutos do jogo contra Cruzeiro no próximo sábado, em Sete Lagoas, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Santos quer testar Ganso contra o Cruzeiro, visando os dois jogos contra o Peñarol
Gazeta Press
Santos quer testar Ganso contra o Cruzeiro, visando os dois jogos contra o Peñarol

Muricy quer repetir a estratégia utilizada no retorno de Ganso após a cirurgia no joelho esquerdo, realizada em agosto do ano passado. O treinador planejou a volta do camisa 10 no duelo contra o Cerro Porteño, em Assunção, no Paraguai, pela fase de grupos da Libertadores. Na ocasião, a equipe santista precisava vencer o jogo para ser eliminada na competição.

No entanto, antes do duelo contra os paraguaios, Muricy fez questão de testar Ganso alguns minutos do jogo contra o Botafogo, de Ribeirão Preto, pelo Campeonato Paulista. A estratégia foi perfeita, já que Ganso foi o principal destaque do Santos nos dois jogos.

O teste contra o Botafogo também serviu para Ganso voltar ao time como titular contra o Cerro, fato que pode ser repetido caso o meia tenha condições de enfrentar o Cruzeiro neste sábado. Entretanto, o camisa 10 também pode ficar como iniciar a partida contra o Peñarol no banco de reservas, caso não seja testado contra os mineiros.

Independente do teste contra o Cruzeiro, Ganso deve participar da final contra o Peñarol. Além da necessidade do Santos, a vontade do jogador em defender a seleção brasileira na Copa América, deve acelerar seu retorno ao futebol. Ganso já está na pré-lista de convocados para a Copa América, mas Mano Menezes terá que cortar seis jogadores entre os 28 que estão na lista.

Ganso sofreu um estiramento no músculo reto da coxa direita na primeira partida da final do Campeonato Paulista, diante do Corinthians, no dia 8 de maio, no Pacaembu. Ganso já está na quinta semana de recuperação, o prazo inicial dos médicos para tratamento foi de 45 dias.

Apesar da expectativa de Muricy, o departamento médico do Santos avisa que a possibilidade existe, mas ressalta que a chance de Ganso não estar em campo contra o Cruzeiro também é maior.

“Otimistas nós estamos e é sim uma possibilidade. Só que a realidade da dificuldade de isso não acontecer ainda é maior que a probabilidade de ele jogar”, afirmou o médico do Santos, Rodrigo Zogaib.