Além de ser caro, zagueiro elogiado por Felipão terá dupla cidadania se ficar mais um ano na Espanha

Extremamente elogiado por Luiz Felipe Scolari, que já sugeriu a ele e ao Barcelona que é melhor voltar ao Brasil, Henrique dificilmente será o substituto de Danilo que o técnico tanto quer no Palmeiras . Além dos altos valores que a negociação pode envolver, seria vantajoso ao zagueiro ficar na Espanha para obter cidadania europeia.

"É uma operação complicada pelo salário do jogador, se o Barcelona quer emprestá-lo e, se o Henrique ficar mais um ano na Espanha, terá dupla cidadania, o que é interessante para ele", afirmou Marcos Malaquias, empresário do defensor.

Campeão paulista pelo Palmeiras em 2008, o zagueiro, de 24 anos, foi aprovado por Felipão como reforço para suprir a saída de Danilo, que defenderá a Udinese, da Itália, a partir do segundo semestre. Embora pertença ao Barcelona, o jogador, que já foi convocado para a seleção brasileira, nunca atuou pelo clube catalão e está em sua segunda temporada de empréstimo ao Racing Santander, também da Espanha.

Scolari já sugeriu ao atleta que seria bom até para o Barcelona seu retorno ao Brasil. O presidente Arnaldo Tirone já procurou Marcos Malaquias para oficializar o interesse em Henrique e mantém contato com Sandro Rossel, mandatário do Barça, para trazê-lo. Mas os palmeirenses estão cientes de que a transação é complicada.

"De fato, é uma operação que não tem nada de simples. Tem que ter a vontade do clube ao qual ele está ligado e se o atleta está disposto. Envolve várias pontas e é um trabalho que tem que ser feito com muita dedicação", comentou o vice-presidente do Verdão, Roberto Frizzo.

Marcos Malaquias, contudo, avisa que seu cliente pode até abrir uma exceção. "Para o Palmeiras, ele quer voltar. Mas só o Palmeiras nos procurou até agora", disse o empresário, reforçando que a conclusão do negócio ainda está distante. "Não tem nem data prevista para ele se apresentar ao Barcelona. Tenho que ir para a Espanha para falar com o Henrique primeiro, e depois com o Barcelona. Mas a definição ainda vai demorar, será só em julho", avisou.

Possível reforço quase no Avaí
O zagueiro Gustavo Bastos, do Mirassol, que estava cotado para atuar no Palmeiras após o Campeonato Paulista está perto de ser anunciado pelo Avaí. O defensor ainda estava sendo avaliado pela comissão técnica do Palmeiras, que não lamenta o possível acerto com os catarinenses.

"Não tínhamos nenhum comprometimento com ele em nenhum sentido", avisou Frizzo. O ex-zagueiro Mauro Galvão, atualmente gerente de futebol do Avaí, também nega que a contratação já esteja sacramentada. "Estamos seguindo vários jogadores, mas não definimos nada ainda. Não tem nada assinado", afirmou Mauro Galvão. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.