Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Por cidadania europeia, Henrique fica mais distante do Palmeiras

Além de ser caro, zagueiro elogiado por Felipão terá dupla cidadania se ficar mais um ano na Espanha

Gazeta |

Extremamente elogiado por Luiz Felipe Scolari, que já sugeriu a ele e ao Barcelona que é melhor voltar ao Brasil, Henrique dificilmente será o substituto de Danilo que o técnico tanto quer no Palmeiras. Além dos altos valores que a negociação pode envolver, seria vantajoso ao zagueiro ficar na Espanha para obter cidadania europeia.

"É uma operação complicada pelo salário do jogador, se o Barcelona quer emprestá-lo e, se o Henrique ficar mais um ano na Espanha, terá dupla cidadania, o que é interessante para ele", afirmou Marcos Malaquias, empresário do defensor.

Campeão paulista pelo Palmeiras em 2008, o zagueiro, de 24 anos, foi aprovado por Felipão como reforço para suprir a saída de Danilo, que defenderá a Udinese, da Itália, a partir do segundo semestre. Embora pertença ao Barcelona, o jogador, que já foi convocado para a seleção brasileira, nunca atuou pelo clube catalão e está em sua segunda temporada de empréstimo ao Racing Santander, também da Espanha.

Scolari já sugeriu ao atleta que seria bom até para o Barcelona seu retorno ao Brasil. O presidente Arnaldo Tirone já procurou Marcos Malaquias para oficializar o interesse em Henrique e mantém contato com Sandro Rossel, mandatário do Barça, para trazê-lo. Mas os palmeirenses estão cientes de que a transação é complicada.

"De fato, é uma operação que não tem nada de simples. Tem que ter a vontade do clube ao qual ele está ligado e se o atleta está disposto. Envolve várias pontas e é um trabalho que tem que ser feito com muita dedicação", comentou o vice-presidente do Verdão, Roberto Frizzo.

Marcos Malaquias, contudo, avisa que seu cliente pode até abrir uma exceção. "Para o Palmeiras, ele quer voltar. Mas só o Palmeiras nos procurou até agora", disse o empresário, reforçando que a conclusão do negócio ainda está distante. "Não tem nem data prevista para ele se apresentar ao Barcelona. Tenho que ir para a Espanha para falar com o Henrique primeiro, e depois com o Barcelona. Mas a definição ainda vai demorar, será só em julho", avisou.

Possível reforço quase no Avaí
O zagueiro Gustavo Bastos, do Mirassol, que estava cotado para atuar no Palmeiras após o Campeonato Paulista está perto de ser anunciado pelo Avaí. O defensor ainda estava sendo avaliado pela comissão técnica do Palmeiras, que não lamenta o possível acerto com os catarinenses.

"Não tínhamos nenhum comprometimento com ele em nenhum sentido", avisou Frizzo. O ex-zagueiro Mauro Galvão, atualmente gerente de futebol do Avaí, também nega que a contratação já esteja sacramentada. "Estamos seguindo vários jogadores, mas não definimos nada ainda. Não tem nada assinado", afirmou Mauro Galvão. 

Leia tudo sobre: palmeirashenriqueespanhamercado da bolafelipão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG