Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pontos corridos também causam polêmica na Europa, diz Deco

Meio-campista confirma que times envolvidos em jogos decisivos nas ligas europeias também poupam principais estrelas em suas competições nacionais

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Está enganado quem pensa que a polêmica dos pontos corridos é exclusividade do futebol brasileiro. Radicado na Europa no início de sua carreira, Deco afirma que assim como aqui grandes clubes como Barcelona, Internazionale, Real Madrid, Chelsea, entre tantos outros,  se utilizam do mesmo artifício que clubes brasileiros quando estão envolvidos em fases de mata mata das principais ligas europeias.

Isso também acontece por lá. É natural os grandes clubes da Europa pouparem seus principais jogadores quando estão envolvidos em finais da Uefa ou da Liga dos Campeões. Na Copa do Rei, por exemplo, os grandes clubes usam jogadores das categorias de base nas fases preliminares. Mas é claro que quando isso ocorre em partidas decisivas a polêmica é tão grande como aqui , afirmou Deco.

Mas o jogador do Fluminense entende a opção do ex-comandante e amigo Felipão em escalar um time reserva para o jogo do próximo domingo.

O Palmeiras está envolvido na semifinal da Sul-Americana, que dá uma vaga na Libertadores, e por isso eu entendo a opção do Felipão em poupar seus titulares. Mas sabemos que nada disso vai tornar a partida mais fácil", disse Deco, na tarde de quarta-feira, antes da eliminação palmeirense no torneio continental. O jogador ainda faz um alerta para o jogo do próximo domingo. "Temos que entrar em campo focado e fazer nossa parte. Sabemos que somos capazes de vencer qualquer formação do Palmeiras no Rio ou em São Paulo, mas se não levarmos o jogo a sério também podemos perder para até o time reservas.

"É difícil um jogador entrar em campo para perder ou fazer corpo mole. O que existe são motivações diferentes. Nós brigamos pelo título e temos que querer muito mais do que eles, que não têm qualquer pretensão na competição. O jogo vale muito mais para gente do que para o Palmeiras", disse o jogador.

Deco, no entanto, não ficou em cima do muro quando lhe perguntaram durante a coletiva se ele achava que Felipão estava torcendo para ele conquistar o título. "Claro que sim, assim como eu estou torcendo por ele na Sul-Americana. Quando não estou envolvido, eu torço sempre para os meus amigos vencerem seus jogos", afirmou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG