Tamanho do texto

Gerente de futebol do clube de Campinas se justificou afirmando que Ésley não se apresentou na data combinada

A Ponte Preta não irá ser reforçada pelo meia Ésley, do Mirassol. Depois de ter assinado um pré-contrato com o atleta, o clube desistiu de contar com o jogador na disputa da Série B desta temporada, "por falta de compromisso do atleta". O gerente de futebol do clube, Marcus Vinicius, confirmou a desistência no site oficial do clube, e justificou afirmando que Ésley não se apresentou na data combinada com o clube.

"Se este jogador não tem responsabilidade sequer para cumprir o que acordou e estar aqui como foi combinado, que tipo de compromisso podemos esperar dele? Não queremos jogadores assim", ressaltou o dirigente.

"É um desrespeito à instituição e à camisa da Ponte. Queremos profissionais sérios aqui. Não aceitamos esse tipo de perfil e isto vale para todos", complementou.

Apesar disto, Marcus Vinicius afirmou que a Ponte ainda planeja subir à primeira divisão nesta temporada. "A Ponte Preta está totalmente compromissada para subir à Série A do Brasileiro deste ano. A palavra chave do time é compromisso", afirmou, pouco antes de confirmar que o time irá buscar outros atletas para a posição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.