Em jogo bastante movimentado, o time do interior paulista, venceu por 4 a 3 e segue firme na vice-liderança

A Ponte Preta deu mais um passo importante rumo ao acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em jogo de sete gols. A vitória por 4 a 3 sobre o Paraná Clube, jogando no Estádio Moisés Lucarelli, levou os campineiros aos 57 pontos, consolidando sua posição na vice-liderança da Série B. Já o Tricolor da Vila, com 44 pontos, vai se despedindo do sonho, vendo as chances ficarem muito remotas.

Veja também: Confira a classificação atualizada da Série B 2011

A Macaca abiu o placar aos 44 minutos da primeira etapa em um pênalti polêmico. Renatinho foi derrubado próximo da linha d área e o árbitro apontou a marca da cal. Na cobrança, Ricardo Jesus balançou as redes.

Depois do intervalo, aos 11 minutos, Ferrón subiu mais do que a defesa paranista e testou para o gol. De falta, Lima descontou, aos 17 minutos. Mas, Lúcio Flávio, aos 33 minutos, ampliou. Ricardinho ainda diminuiu, mas não teve jeito. Aos 44 minutos, Lúcio Flávio fez mais um. Ainda deu tempo para Marinho fazer o terceiro dos paranistas, aos 47 minutos.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta a Portuguesa, sexta-feira, no Estádio do Canindé, em São Paulo. Já o Paraná Clube encara no sábado o São Caetano, na Vila Capanema, em Curitiba.

Ponte Preta e Paraná fizeram um jogo emocionante, mas o time de Campinas levou a melhor
Gazeta Press
Ponte Preta e Paraná fizeram um jogo emocionante, mas o time de Campinas levou a melhor

O jogo

O Tricolor tentou aproveitar uma falha da defesa campineira logo no primeiro minuto, mas Giancarlo, que recebeu passe açucarado de Lima chutou sem direção. Aos três minutos, Itaqui fez o levantamento na área e a defesa afastou o perigo. As ações se concentravam no meio campo, sem chances claras no início de partida. Aos oito minutos, a torcida reclamou de pênalti de Cris em cima de Ricardinho. O árbitro nada marcou.

Em cochilo da defesa paranista, Patric recebeu com liberdade, mas o arremate cruzado saiu pela linha de fundo. A Ponte, dona da casa, tomava a iniciativa, mas o Paraná estava bem postado, apostando nos contra-ataques. A primeira grande oportunidade aconteceu aos 24 minutos. Renatinho recebeu na marca do pênalti após confusão e chutou para um milagre de Thiago Rodrigues.

A Macaca começou a gostar da partida. Aos 29 minutos, Ricardo Jesus dominou após cobrança de escanteio, tirou o zagueiro e isolou, perdendo um gol incrível. João Paulo cobrou falta, aos 34 minutos, e o goleiro tricolor deixou a meta para agarrar. Renatinho partiu para a jogada individual, aos 41 minutos, chutando sem perigo. Até que, um minuto depois, Renatinho foi derrubado por Brinner. Pênalti marcado, apesar das reclamações do Tricolor, pedindo falta fora da área. Na cobrança, Ricardo Jesus converteu.

Na segunda etapa, o Tricolor, que já havia colocado Hernane, voltou com Marinho, acabando com o esquema com três zagueiros. Aos seis minutos, João Paulo arriscou o chute e a bola foi para fora. Na resposta, aos oito minutos, a bola sobrou para Hernane, que se precipitou e chutou e cima da defesa campineira. Mas, aos 11 minutos, o zagueiro Ferrón, de cabeça, desviou bonito para ampliar.

O Paraná não conseguiu encaixar seu jogo e dependia das boas defesas de Thiago Rodrigues para não ser goleado. Aos 15 minutos, um milagre do goleiro paranista, parando uma bomba de Ricardo Jesus. As boas intervenções animaram os jogadores. A reação veio com Lima, aos 17 minutos, cobrando falta direto para as redes para diminuir. Aos 23 minutos, Patric tirou a marcação e arrematou para defesa de Thiago Rodrigues.

O jogo voltou a ficar equilibrado, com a Ponte no ataque e o Paraná mostrando determinação. Aos 27 minutos, um petardo de Caio que passou perto da trave. Até que, aos 33 minutos, Renatinho fez a jogada e soltou a bola para Lúcio Flávio, que havia acabado de entrar e deixou sua marca. Nem deu para comemorar já que Ricardinho, dois minutos depois, chutou bonito para descontar. Porém, a Macaca fez mais um, aos 44 minutos, novamente com Lúcio Flávio, aproveitando cruzamento rasteiro de João Paulo. Tarde demais, Marinho descontou, aos 47 minutos.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 4 X 3 PARANÁ

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).
Data: 21 de outubro de 2011, sexta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro.
Assistentes: Adnilson da Costa Pinheiro e Ezequiel Barbosa Alves.
Cartões amarelos: Patric e Márcio Diogo(Ponte Preta); Cris, Giancarlo, Brinner, Maycon Freitas e Itaqui (Paraná)
Gols: PONTE PRETA: Ricardo Jesus, aos 44 minutos do primeiro tempo; Ferrón, aos 11 minutos e Lúcio Flávio, aos 33 minutos e aos 44 minutos do segundo tempo
PARANÁ: Lima, aos 17 minutos, Ricardinho, aos 35 minutos e Marinho, aos 47 minutos do segundo tempo

PONTE PRETA: Júlio César; Patric (Guilherme), Leandro Silva, Ferrón e João Paulo; João Paulo Silva, Josimar, Renatinho e Caio (Marcio Diogo); Ricardinho e Ricardo Jesus (Lúcio Flávio).
Técnico: Gilson Kleina.

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Cris (Marinho), Brinner e Edson; Marquinho (Ricardinho), Maycon Freitas, Itaqui, Lima e Gleidson; Douglas Packer e Giancarlo (Hernane).
Técnico: Guilherme Macuglia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.