Jogadores lamentaram as grandes atuações dos goleiros adversários e o azar no início de Brasileirão

Wilson, do Figueirense, fechou o gol com onze defesas na partida contra o Cruzeiro
Futura Press
Wilson, do Figueirense, fechou o gol com onze defesas na partida contra o Cruzeiro
Nos dois primeiros jogos do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro, o time mineiro teve boa presença no ataque mas acabou não conseguindo a vitória. Os jogadores lamentaram a falta de pontaria nesse começo de torneio, mas também elegeram outros dois culpados pelos insucessos: o azar e as atuações dos goleiros adversários.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Contra o Figueirense , o goleiro Wilson fez onze defesas na partida. Já contra o Palmeiras , o pentacampeão Marcos não participou tanto do jogo, mas quando foi exigido, evitou o gol cruzeirense com três participações. Os dados são do Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Na partida contra o Palmeiras, um outro número chama a atenção. Das dezoito finalizações do Cruzeiro na partida, apenas cinco tiveram o destino do gol paulista, com treze se perdendo pela linha de fundo.

O técnico Cuca lida com naturalidade com a falta de pontaria de seus atacantes. "Os atacantes são os mesmos que estavam fazendo três gols por partida nessa temporada. A bola deu na trave, o Marcos (goleiro do Palmeiras) foi muito bem no último jogo. O Wilson (goleiro do Figueirense) também. Acho que temos que continuar da mesma forma. Jogando bem, um dia ou outro não vai ganhar. Mas na maioria vai ganhar”, disse o técnico Cuca.

O volante Fabrício acredita que está faltando um pequeno detalhe para os gols voltarem a sair. "Falta o detalhezinho. Fazer gol é sempre muito difícil. Na minha opinião, então, nossa (risos). Para mim é muito difícil. O pessoal lá da frente merece ganhar bem, pois são os caras que resolvem. Se não tivéssemos criando seria pior. Mas agora é concentrar, a sorte melhorar, que a bola vai começar a entrar”, analisou o volante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.