Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Polivalente, Leandro Guerreiro quer "erro zero" no clássico

Volante pode entrar na lateral-direita no lugar de Pablo, que vive um mau momento pelo Cruzeiro

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Leandro Guerreiro pode aparecer na lateral no clássico contra o Atlético-MG
O volante Leandro Guerreiro é um dos jogadores mais experientes do elenco do Cruzeiro. O jogador chegou ao time mineiro nesta temporada e já se sente no papel de apoiar os mais jovens nesse momento delicado. Para o atleta, o clássico tende a ser muito equilibrado e quem errar menos vai sair com o título.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Como Pablo não passa por um bom momento, Guerreiro pode ser usado na lateral-direita no clássico. “O jogador sempre quer jogar. É natural. Sempre quer jogar, sempre quer estar em campo e, de preferência, entre os onze, começando a partida”, disse o polivalente jogador.

Leandro Guerreiro afirmou que já passou por situações semelhantes ao longo de sua carreira. “Já tive muitas vezes por baixo, tendo que reverter situações, como é desta vez. O que eu posso passar para os meus companheiros, principalmente os mais jovens, é que temos que manter a tranquilidade acima de tudo. Nada de desesperar, não pode querer achar culpado nessa hora. Se ganhar, todo mundo vai ganhar. E se perder, todo mundo vai perder”, analisou o volante cruzeirense.

O jogador acredita que é hora de dar um algo mais para que o time possa sair com o título no domingo. “É ter tranqüilidade, trabalhar sério durante a semana. Se der, até um pouquinho a mais. É o algo a mais que vai decidir os jogos. O importante nesse jogo decisivo é ter erro zero. Quem vacilar menos vai sair vitorioso. O jogo vai ser decidido nos detalhes”, ressaltou o jogador.

Segundo o atleta, o astral está melhorando aos poucos na Toca da Raposa II. “A nossa eliminação (na Libertadores), no meu ponto de vista, foi um fator primordial para essa derrota no primeiro clássico. Tivemos uma eliminação muito precoce, que a gente não esperava, e não deu tempo de recuperar. O clássico foi muito em cima. Isso não é desculpa, mas um motivo para a gente não ter feito uma boa partida, principalmente no primeiro tempo. Mas agora temos uma semana cheia para treinar, o alto astral está voltando, e estamos com tudo para fazer um bom jogo”, concluiu Guerreiro.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG