Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Polícia abre investigação sobre agressão e deve chamar Kleber

Mulher de atacante do Grêmio fez exame de corpo de delito e alega ter sido atingida com soco

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

AE
Kleber atuou no Gre-Nal e não se manifestou sobre caso
O suposto caso de agressão de Kleber à esposa Débora Favarini será investigado pela Polícia do Rio Grande do Sul. Nesta segunda-feira, a delegada Flávia Faccini, da Delegacia da Mulher de Porto Alegre, abriu inquérito para apurar a denúncia da jornalista. O resultado do exame de corpo de delito , feito pela reclamante, será conhecido nesta semana. A partir daí, as partes serão chamadas para prestar depoimento.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Não posso divulgar muitos detalhes pois preciso preservas as partes. Posso dizer que vamos investigar, sim. A vítima fez o registro e os exames e será chamada para novo depoimento assim como testemunhas e provavelmente o suposto agressor”, disse a delegada Flávia Faccini em contato com o iG.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Débora registrou Boletim de Ocorrência na 2ª Delegacia de Pronto Atendimento de Porto Alegre na madrugada do dia 28. A agressão, segundo o depoimento, teria ocorrido após o retorno de uma festa seguido de discussão no quarto do hotel onde ambos moram. A mulher alega ter se refugiado no banheiro para olhar o celular do jogador, que irritado arrombou a porta do local e a agrediu com um soco na cabeça, também acertando seu rosto. Desde então, ela retornou a Belo Horizonte para ficar com a família.

Kleber não se manifestou sobre o caso, e o Grêmio alega que o “assunto é pessoal”. A amigos, ele confidenciou que o caso não passa de “crise de ciúmes”.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

Leia tudo sobre: grêmiokleberagressãopolíciamulher

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG