Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Platini afirma: "Não daria bola de ouro a Messi"

Argentino, que teve bom ano com o Barcelona, mas foi mal na Copa do Mundo, foi eleito melhor jogador pela segunda vez consecutiva

Gazeta Esportiva |

Após o primeiro ano da unificação dos prêmios da Bola de Ouro e Melhor do Mundo da Fifa, o presidente da UEFA revelou não gostar dos resultados das votações. Michel Platini afirmou que premiaria os protagonistas da Copa do Mundo na edição 2010 do novo prêmio, ocorrida na última segunda-feira.

Para o ex-jogador francês, a escolha de Messi para faturar o título de melhor do mundo pela segunda vez na carreira não chega a ser um erro, mas, em sua opinião, outros atletas o mereciam mais - sem citar nomes.

"(A eleição de Messi) não é um escândalo, mas em um ano de Copa do Mundo você teria que dar a um dos seus destaques. Como seria para Paolo Rossi em 1982",  explicou o dirigente da entidade máxima do futebol europeu, em entrevista ao diário italiano La gazzetta Dello Sport.

Platini também questionou a escolha do português José Mourinho como melhor técnico. "Estou feliz por ele (Mourinho), aprecio o seu trabalho, mas (Vicente) Del Bosque também é bom", afirmou, inclinando-se a favor da eleição do técnico da seleção espanhola como melhor da temporada.

Por fim, Platini mostrou estar despreocupado com a realização da Copas do Mundo de 2022 durante o inverno. "Teremos 11 anos para nos prepararmos. Vamos nos acostumar", contou.

Leia tudo sobre: platinibola de ouromessififauefa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG