Técnico Adilson Batista ainda teve que usar três goleiros na linha, além do auxiliar Ivair. Depois, Cícero foi jogar na defesa

Com o atual elenco, até para treinar está difícil no São Paulo . Xandão, Rhodolfo e Rodrigo Caio seguem em fase final de recuperação de suas respectivas lesões e ficaram no Reffis na manhã desta terça-feira. Em campo, o técnico Adilson Batista teve que improvisar na zaga e escalou o lateral direito Iván Piris e o volante Zé Vitor no setor.

Siga o iG São Paulo no Twitter

O time considerado titular contou com a volta de Carlinhos Paraíba no meio, já que Denilson está machucado e sequer subiu para o gramado. A formação foi a seguinte: Rogério Ceni, Jean, Piris, Zé Vitor e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Cícero e Rivado; Lucas e Dagoberto. No decorrer do treino, Cícero trocou de posição com Zé Vitor e atuou bastante tempo improvisado na zaga.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

A grande quantidade de desfalques, ainda mais depois da saída de Ilsinho, que foi liberado pela diretoria para procurar outro clube , fez com que a equipe reserva fosse reforçada pelos goleiros Léo, Denis e Leonardo. Além deles, o auxiliar técnico Ivair também participou das atividades entre os suplentes no treino tático em campo reduzido.

Apesar de não terem participado dos trabalhos com o grupo, Xandão, Rhodolfo e Rodrigo Caio têm boas chances de enfrentar o América-MG, na quinta-feira. Já Luiz Eduardo, que treinou normalmente com o restante dos jogadores, não joga em Minas Gerais. O zagueiro está com a mão fraturada e, mesmo com a proteção de gesso no local, terá que esperar mais alguns dias.

Cícero e Zé Vitor foram testados na zaga do São Paulo
Vipcomm
Cícero e Zé Vitor foram testados na zaga do São Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.