Lateral direito paraguaio foi apresentado nesta quinta-feira no São Paulo e disse ser melhor marcador do que apoiador

Iván Piris, novo lateral do São Paulo
Vipcomm
Iván Piris, novo lateral do São Paulo
Quando vestiu a camisa 23 do São Paulo pela primeira vez, Iván Piris se mostrou bastante empolgado em defender o clube paulista. O lateral paraguaio segurou o símbolo tricolor com grande entusiasmo e mostrou para os fotógrafos as suas novas cores. Segundo o jogador, a gana de jogar pelo São Paulo é enorme.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Estou muito contente por jogar no São Paulo, um time muito grande. Venho aqui para trabalhar e mostrar o que eu posso fazer. Sou um jogador que corre muito, faço tudo que o técnico pede em campo e fazendo as coisas que eu fazia no Paraguai, eu vou triunfar no São Paulo", disse Piris.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Considerado um dos melhores marcadores do futebol sul-americano, Piris admitiu que seu ponto forte é a defesa, mas que vai aprimorar a parte ofensiva na sua nova casa. "Tenho um físico bom, minha característica principal é defender. Mas aqui vou melhorar minha passagem para o ataque e quero ser um jogador completo em pouco tempo", avaliou.

Pela Libertadores, atuando pelo Cerro Porteño, Piris jogou quatro vezes contra o Santos , de Neymar. Sua boa performance contra o jovem atacante brasileiro pode ter sido fundamental pelo interesse são-paulino. É o que o jogador acredita.

"Todo mundo sabe que Neymar é um dos melhores do mundo, todos os times querem contar com ele. Foi muito bom jogar contra ele e isso me possibilitou estar aqui no Brasil. Foi uma experiência muito boa. Acho que olharam para mim nos encontros contra o Neymar. Nós jogamos na Libertadores, fomos bem, chegamos à semifinal. Jogamos quatro partidas contra o Santos e isso influenciou na minha contratação", comentou.

Na sua apresentação, Piris citou o compatriota Arce, ex-Palmeiras e Grêmio, mas disse que sua referência para crescer na carreira vem de um brasileiro  "O Arce jogou muito bem em times aqui, mas me espelho no Dani Alves, que joga no Barcelona", revelou o lateral direito.

Com um português afiado, Iván Piris disse que já morou na capital paulista onde, inclusive, atuou no Juventus, da Mooca. Na época, ele tinha 12 anos de idade e não se adaptou. Agora no São Paulo, ele pensa em trabalhar forte para ser titular, mesmo sendo o único lateral de ofício do elenco. "Vou trabalhar para ganhar a posição. Agora não tem um lateral de ofício, mas tem atletas que fazem muito bem a função. Vou lutar para ser titular", contou.

Vice-campeão da Copa América no último domingo, o paraguaio falou que está preparado para atuar contra o Vasco, mas sabe que sua utilização no próximo fim de semana não depende só de si. "Estou apto para poder participar. Quanto mais rápido melhor, mas vai depender da documentação e da comissão técnica. Se quiserem contar comigo, estou à disposção", finalizou Piris, que já treinou nesta quinta-feira e pode ter seu nome divulgado no BID da CBF ainda nesta sexta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.