Tamanho do texto

Naquele ano, Flamengo se livrou do rebaixamento para a Série B com vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras na última rodada, em Juiz de Fora

Em 2001, o Flamengo viveu um drama muito maior para fugir da queda para a Série B. Faltando quatro rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro daquele ano, o time somava 23 pontos e abria a zona de rebaixamento. Petkovic era a grande estrela daquele time e viveu o sofrimento até o fim. Agora, nove anos depois, volta a sofrer com a ameaça, mas confia plenamente na salvação.

Na época, o Flamengo encarou na sequência uma derrota para o São Paulo, uma vitória sobre o Internacional e nova derrota para o São Caetano, vice-campeão em 2001. Na última rodada, dependia apenas de uma vitória para se livrar da queda e conseguiu.

"Levaram o jogo para Juiz de Fora e vencemos o Palmeiras por 2 a 0. Aquela situação era bem pior. O Flamengo não está e não estará precisando desses pontos no fim. Dependemos dos nossos resultados e vamos conseguir escapar antes da última rodada", disse Petkovic.

Os matemáticos minimizam o risco de queda do Flamengo. Com 40 pontos, o time está quatro acima da zona de rebaixamento. O Atlético-MG, que tem 36, é adversário direto nesta luta, mas Petkovic não considera esse jogo decisivo para o futuro do time na competição.

"É um jogo de seis pontos, mas ainda há muito para acontecer. Sou bom de conta, me viro bem com a matemática, mas não sei quantos pontos precisamos. Precisamos apenas estar conscientes do que pode acontecer", explicou Petkovic.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.