Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Peter Siemsen analisa primeiros meses à frente do Fluminense

Presidente diz que encontrou um clube bagunçado e cheio de dívidas, e que relação com patriocinador é boa

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

O voo de 15 horas vindo dos Estados Unidos que trouxe Peter Siemsen de volta ao Brasil chegou na hora marcada ao Rio de Janeiro, mas atrasou em mais de 50 minutos o lançamento dos novos uniformes do Fluminense, nesta quinta-feira, nas Laranjeiras. Após elogiar a nova coleção e enaltecer a parceria com a fornecedora de material esportivo do clube, a mais antiga entre os clubes brasileiros e que já dura 15 anos, o presidente do Fluminense mostrou bom humor ao vencer o cansaço e falar sobre seus primeiros quatro meses à frente da administração do atual campeão brasileiro.

“Foram quatro meses de muito trabalho. Encontrei um clube muito bagunçado em termos de administração, com gravíssimos problemas financeiros e nenhuma norma de procedimento interno estabelecida. Nós fizemos mudanças na estrutura das Laranjeiras para dar uma melhor qualidade de trabalho para o departamento de futebol”, afirmou, sem meias palavras.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Rodeado pelos jornalistas, o presidente não se restringiu apenas a falar sobre os primeiro passos de sua gestão. De interesse nacional, a convocação de Mano Menezes para os dois amistosos contra a Holanda, em Goiânia, e Romênia, em São Paulo, também foi comentada por Peter Siemsen, principalmente por causa da inclusão do nome do capitão do Fluminense, Fred.

“Foi um grande presente não só para a torcida tricolor, mas como para toda torcida brasileira. O Fred é um atacante extraordinário e só tem a acrescentar à Seleção Brasileira. Foi uma escolha muito acertada do Mano Menezes”, elogiou o presidente.

Mas o interesse no aristocrático Salão Nobre das laranjeiras nada tinha a ver com a “amarelinha”. Embora não tenha respondido o que os torcedores gostariam de ouvir, o presidente do Fluminense confirmou que as contratações dos jovens Ciro, ex-Sport, e Elkeson, ex-Vitória, estão muito próximas de serem sacramentadas. Já em relação ao experiente Magrão, pedido do técnico Abel Braga, Peter foi mais evasivo.

“O caso do Magrão é mais complicado. O nosso vice de futebol, Sandro Lima, está em Abu Dhabi tratando disso. Temos que aguardar”, disse o presidente do Fluminense.

Peter Siemsen tranqüilizou os torcedores tricolores que andaram preocupados com os recentes problemas políticos envolvendo a diretoria do clube o patrocinador e afirmou que sua relação com Celso Barros tem sido ótima.

“A relação está indo bem. A visita do Celso Barros à Granja Comary quarta-feira foi conversada antes conosco até. Ele colocou que gostaria de estar mais perto dos atletas e eu disse que o aqui é um grupo, uma parceira e que ele tem toda liberdade de participar da maneira que ele quiser”, concluiu.

Confira os principais trechos da entrevista

PRIMEIROS QUATRO MESES DE MANDATO

“Fora quatro meses de muito trabalho. Encontrei um clube muito bagunçado em termos de administração, com gravíssimos problemas financeiros e nenhuma norma de procedimento interno estabelecida. Nós fizemos mudanças na estrutura das Laranjeiras para dar uma melhor qualidade de trabalho para o departamento de futebol. Hoje, Xerém é um canteiro de obras. É um trabalho difícil, interno, que não jogamos para a galera, e que envolve problemas políticos. É uma mudança de cultura que as pessoas têm que entender e se adaptar. Eu sei que isso vai trazer um grande benefício para o Fluminense a médio e longo prazo. Nosso foco é trabalhar com jovens, reestruturar o clube e tornar o Fluminense formador do seu elenco”

ZAGUEIROS

“Eu acho que zagueiro hoje não é mais uma prioridade absoluta do clube. Nós temos o Leandro Euzébio recuperado, o Gum, que é um jogador que eu gosto muito da maneira que ele se joga, o Edinho, que vem fazendo partidas maravilhosas e vai depender da vontade do Abel de contar com ele nessa posição, e o Digão, uma promessa do clube que também está se recuperando”

APOSTAS EM CONTRATAÇÕES DE JOVENS

“Priorizar as categorias de base sempre. Queremos formar e contratar jogadores jovens sim. É um modelo comprovadamente vencedor de médio a longo prazo. Mas acho que uma coisa não impede a outra. Trazer um jogador mais rodado, com a carreira sólida também nos interessa. É o caso do Magrão. O Fluminense hoje trabalha nessa linha. Agora as melhores oportunidades do mercado são os jovens jogadores, mas quando a janela de transferências internacionais abrir, em agosto, isso pode mudar. Xerém é uma prioridade da nossa campanha, tanto que estamos investindo na construção de dois novos campos, e depois iremos fazer mais dois”

CENTRO DE TREINAMENTO

“Na verdade, a história do CT esfriou na mídia, mas continua quente para nós. Mas eu preciso não falar os lugares que estamos analisando. Toda vez que eu falei de um lugar, o preço ficou três vezes mais cara. Esse é um trabalho nosso, interno e que a gente só vai anunciar quando estiver tudo certo”

ABEL BRAGA

“Sempre que muda o treinador e muitas vezes muda um pouco a maneira de conduzir o grupo e de trabalhar. Mas a gente confia muito no Abel, ele tem raízes tricolores, nasceu para o futebol dentro do Fluminense, tem um a liderança forte e trabalha bem essa mescla de jogadores mais jovens com os mais rodados e mais experientes. Estamos com uma expectativa muito boa em relação ao trabalho do Abel”

REFORÇOS

“É uma negociação que ainda não foi sacramentada, mas o Ciro é um jogador que a gente gosta senão ele não estaria na pauta de contratações. O Elkeson também é uma jovem promessa e tem muita chance de jogar no Fluminense. A negociação avançou e devemos ter uma definição até sexta-feira, mas para nós só vale quando o contrato está assinado. O caso do Magrão é mais complicado. O nosso vice de futebol, Sandro Lima, está em Abu Dhabi desde o início da semana tratando de várias assuntos com o Abel Braga, e esse é uma deles. Temos que aguardar”

RELACIONAMENTO COM A UNIMED

“A relação está indo bem, a escolha do Abel Braga foi feita em conjunta com o patrocinador e os nomes dos atletas que estão sendo especulados para serem contratados pelo clube também estão sendo avaliados com a parceria. A visita do Celso Barros à Granja Comary quarta-feira foi conversada antes conosco até. Ele colocou que gostaria de estar mais perto dos atletas e eu disse que o aqui é um grupo, uma parceira e ele tem toda liberdade de participar da maneira que ele quiser”

 

 

 

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011FluminensePeter Siemsen

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG