Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pesquisa do COL mostra relação dos brasileiros com a Copa de 2014

Para 58,2% dos entrevistados, Copa do Mundo será o evento mais importante dos próximos cinco anos

iG Rio de Janeiro |

Parte dos eventos preliminares ao sorteio das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, que acontece neste sábado, no Rio de Janeiro, o seminário "A Copa como fenômeno sócio-cultural", apresentado nesta quinta-feira na Marina da Glória, mostrou um estudo do Comitê Organizador Local (COL) sobre como os brasileiros enxergam a realização do evento no país e a expectativa sobre as mudanças de infraestrutura.

Segundo a pesquisa, 58,2% dos entrevistados consideram que a Copa do Mundo é o evento mundial mais importante dos próximos cinco anos. Outros 84% disseram que sabem que o Mundial será organizado no Brasil, enquanto apenas 16% sabem que a Olimpíada de 2012 será realizada em Londres. A pesquisa é uma repetição do que foi feito na África do Sul. Serão nove entrevistas nas ruas do país até 2014, a última acontecerá após a Copa do Mundo.

Diretor de Comunicação do COL e da CBF, Rodrigo Paiva, que mostrou o estudo ao lado do economista-chefe do Itaú Unibanco, Ilan Goldfajn, também afirmou que os questionamentos sobre atrasos nas construções de estádios e infraestrutura são maiores quando grandes eventos são realizados em países emergentes.

"A gente o desafio que é, para um país emergente como o Brasil, realizar um evento desse porte. Sempre que a Copa do Mundo acontece na Europa, nunca há questionamentos com relação a cronograma de obras, cumprimento de prazos, a realização do evento. Mas sempre que vem para países emergentes, até como aconteceu na Olimpíada de 2008, na China, a Copa de 2010, na África, e agora no Brasil, os questionamentos surgem, as dúvidas aparecem", declarou Paiva.

Ao ser questionado sobre como o Brasil fará para conseguir ter todos os estádios prontos até a Copa, o diretor do COL voltou a ser enfático sobre o fato do cronograma estar dentro do prazo.

"A Copa das Confederações acontece no meio de 2013, dentro do cronograma das obras, monitorando todas as construções, devemos ter de sete a oito estádios já prontos. Eles não precisam estar prontos agora, precisam estar prontos em dezembro de 2012. Ninguém aqui é irresponsável de assumir um evento dessa grandeza e não entregas estádios para a Copa", finalizou Rodrigo Paiva.

Leia tudo sobre: copa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG