ganhar dinheiro fazer parte de esquema - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Perrella acusa árbitro de ganhar dinheiro fazer parte de esquema

Presidente do Cruzeiro se revolta contra arbitragem e pênalti duvidoso marcado para o adversário. Andrés Sanchez lembra de outros erros contra o Corinthians

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860248858&_c_=MiGComponente_C

O presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, acusou o árbitro Sandro Meira Ricci de ganhar dinheiro e de fazer parte de um esquema montado para fazer do Corinthians campeão brasileiro. Revoltado com a derrota por 1 a 0 sofrida pelo seu time neste sábado, no Pacaembu, o mandatário mineiro não poupou palavras ofensivas contra o árbitro do jogo.

É um filho da p*, safado, um picareta e eu só tenho motivos para acreditar que ele participa de algum esquema para ganhar dinheiro, disse Perrella, ao lado do técnico Cuca, também irritado com o desempenho do árbitro da partida. Ricci anotou um pênalti em Ronaldo aos 42 minutos do segundo tempo e expulsou o zagueiro Gil, autor da penalidade em Ronaldo. Veja o pênalti e diga se existiu ou não.

É melhor o Fluminense abrir os olhos. Nunca vi algo parecido no futebol. Fico muito triste. De verdade, disse o técnico Cuca. Perrella ainda insinuou que o presidente Andrés Sanchez, por ter feito parte da delegação brasileira na Copa do Mundo, conseguiu que o Corinthians fosse beneficiado no ano do se centenário por seu bom relacionamento com a CBF. Eu não viajo com a CBF, talvez por isso tenha acontecido isso tudo. É uma vergonha, disse Perrella.

No lado corintiano, o presidente Andrés Sanchez não perdeu tempo e rebateu as críticas. De forma mais moderada, Sanchez se disse chateado com as declarações de Perrella, a quem chamou de amigo, e disse que as palavras ofensivas partiram em um momento duro de uma derrota. Ele estava de cabeça quente. Eu e o Corinthians não fazemos parte de esquema nenhuma. Não ouvi direito o que ele falou, mas fico triste porque o Perrella é um dos poucos amigos que fiz no futebol, disse Sanchez.

O presidente corintiano também lembrou dos lances em que o Corinthians foi prejudicado para diminuir as lamentações de Perrella. Eu nunca fui afeito a reclamar de arbitragem. Poderia ter feito isso quando anularam dois gols nossos lá contra o Guarani. O que a gente precisa entender é que no futebol todo mundo pode ser prejudicado ou beneficiado por erro de arbitragem, disse Sanchez.

O cartola corintiano analisou o lance. Não vi na TV, mas falei com o Ronaldo e ele disse que recebeu uma carga por trás. Se tivessem marcado uma falta fora da área do mesmo jeito, não falariam nada, e eu não teria de lembrar dos gols contra o Guarani que anularam.

Na volta de Ronaldo aos campos, dia 17 de outubro, em Campinas, o atacante marcou duas vezes, mas o árbitro da partida anulou os gols anotando impedimentos que não existiram.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG