Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pé-quente, Mancini se coloca à disposição para a vaga de Tardelli

Meia do Atlético-MG venceu todos os jogos no Ipatingão, ao lado de Guilherme, agora técnico do rival

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Divulgação
Mancini treina firme enquanto espera por uma oportunidade no time titular do Atlético-MG
No retorno ao Atlético-MG, Mancini tem conquistado seu espaço aos poucos. No que depender do próprio jogador, Dorival Júnior já tem um substituto para Diego Tardelli. Apesar de atuar como armador, Mancini se coloca à disposição do treinador, caso seja preciso jogar no ataque. Além da disputa com os companheiros de clube, Mancini vai ter de superar o pouco tempo em campo.

Desde o seu retorno ao Atlético-MG, ele atuou somente 160 minutos, em cinco das oito partidas do time na temporada. Magno Alves, por exemplo, atuou nos oito jogos do Atlético-MG em 2011, num total de 412 minutos em campo.

No entanto, nada assustador no caso de Mancini, que está de volta ao Brasil depois de oito anos na Itália. O recondicionamento físico e a readaptação ao estilo do futebol praticado nos gramados brasileiros eram as primeiras metas. Passado essa primeira etapa, o jogador do Atlético-MG já se vê em condição de começar como titular, seja no meio ou no ataque.

“Na Europa, jogava como atacante, bem aberto, como um ponta. O Tardelli é um jogador que procurava sair pelos lados do campo. Estou disposto a ajudar no que for preciso. Estou bem fisicamente e só aguardando minha oportunidade”

“Na Europa, jogava como atacante, bem aberto, como um ponta. O Tardelli é um jogador que procurava sair pelos lados do campo. Estou disposto a ajudar no que for preciso. Estou bem fisicamente e só aguardando minha oportunidade”.

Se entrar na partida contra o Ipatinga, Mancini vai se tornar o jogador que mais atuou pelo Atlético-MG dentro do atual elenco. No momento ele divide o posto com o zagueiro Lima, cada um esteve 127 vezes em campo com a camisa alvinegra. A marca pode ser atingida no Ipatingão, estádio de boas lembranças para Mancini.

Além de ter sido criado em Ipatinga, ele jamais perdeu como profissional do Atlético-MG nas vezes que esteve por lá. Até o momento foram três partidas e com três vitórias. O curioso é que em dois desses jogos, o ex-atacante Guilherme, hoje técnico do Ipatinga, fez gols.

"Desejo sorte a ele (Guilherme). Foi um jogador excepcional. Agora, como treinador, espero que possa ter um ciclo bom, mas que isso aconteça a partir de segunda-feira, porque no domingo temos um jogo importante", disse Mancini.

Jogos de Mancini no Ipatingão:

17/03/1999 - Atlético 3x2 América - Copa dos Campeões de 1999
26/04/2000 - Atlético 4x1 Ipatinga-MG - Campeonato Mineiro de 2000 - Guilherme marcou
11/10/2000 - Atlético 3x0 Guarani-SP - Campeonato Brasileiro de 2000 - Guilherme marcou
 

Leia tudo sobre: ManciniAtlético-MGCampeonato Mineiro 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG