Fabian Estoyanoff evitou, aos 39 minutos do segundo tempo, que o jogo fosse decidido nos pênaltis

Depois de 24 anos, o Peñarol vai disputar uma semifinal de Copa Libertadores. A equipe uruguaia perdeu por 2 a 1 para o Universidad Católica, em Santiago, mas ganhou a classificação pelo resultado de ida - 2 a 0 em Montevidéu. O jogo foi apitado pelo brasileiro Héber Roberto Lopes.

Os chilenos chegaram a abrir 2 a 0, que levava a decisão para os pênaltis, mas, aos 39 minutos, o Peñarol chegou ao gol da classificação com Fabian Estoyanoff, em mais uma falha do goleiro Paulo Garcés.

Agora o Peñarol enfrentará o Velez Sarsfield na semifinal. O time argentino eliminou o Libertad nas quartas de final com duas vitórias: 3 a 0 em Buenos Aires e 4 a 2, de virada, em Assunção, no Paraguai.

O jogo
Apesar da vantagem no placar, o Peñarol dominou as ações de jogo no início. O goleiro Paulo Garcés, da Universidad Católica, que falhou nos dois gols da primeira partida, dessa vez, foi bem e conseguiu segurar o ímpeto dos visitantes.

Os chilenos só foram incomodar a zaga adversária aos dez minutos, com chute de fora da área de Lucas Pratto, que obrigou o goleiro Sebastián Sosa a defender em dois tempos.

Cinco minutos mais tarde, o bom momento de Garcés na partida acabou com mais uma falha que poderia ter comprometido a Universidad Católica. Ao dividir bola com Matías Mier, o goleiro chutou em cima do atacante, que não perdoou e mandou para o fundo da rede. O árbitro brasileiro Heber Roberto Lopes, porém, anulou o lance, alegando toque de mão do jogador.

A jogada acordou o Peñarol que, aos 17, conseguiu abrir o placar. Lucas Pratto disputou bola na entrada da área, girou em cima do zagueiro e deu passe açucarado para Fernando Meneses chutar cruzado, vencendo o goleiro adversário.

O gol animou os donos da casa, que partiram para cima, em busca do segundo. O Peñarol, para parar o adversário, abusou das faltas, fato que irritou a Universidad Católica. Após ouvir muitas reclamações do banco, Heber Roberto Lopes expulsou um membro da comissão técnica chilena.

A postura do Peñarol mudou na segunda etapa e o time uruguaio foi atrás do gol que lhe encaminharia a classificação. Logo aos dois minutos, Juan Manuel Oliveira recebeu cruzamento na área e chutou. A bola ia entrando, mas Hans Martínez salvou em cima da linha. Depois, Luis Aguiar ainda acertou o travessão.

Apesar das investidas do Peñarol, foi a Universidad Católica que chegou ao gol. Aos 23 minutos, Roberto Gutiérrez bateu forte, da entrada da área, acertando o canto direito de Sosa.

O resultado levava a partida para os pênaltis. Mas, aos 39, Paulo Garcés saiu errado do gol e Fabian Estoyanoff completou para o gol, dando a classificação para o Peñarol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.