Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pelé mostra disposição para 2014 e pode ser cabo eleitoral de Teixeira

O João Havelange foi uma grande referência do Brasil e apoiarei o Ricardo se for necessário, disse o Rei, sobre eventual candidatura do presidente da CBF à Fifa

Gazeta Esportiva |

O Rei do Futebol está disposto a usar sua representatividade no mundo esportivo para auxiliar na organização da Copa 2014. As intenções de Pelé com vistas no futebol podem aproximá-lo de Ricardo Teixeira, presidente da CBF e do Comitê Organizador Local e possível candidato a suceder Joseph Blatter no comando da Fifa.

"O comitê brasileiro ainda está sendo organizado e o Ricardo me disse que, assim que houvesse uma definição, conversaríamos. Já nos falamos, mas não houve continuidade. Se precisar de ajudar, mesmo sem estar no comitê, vou ajudar", disse o ex-jogador, durante apresentação de um evento educacional em Guarulhos.

"Muito se fala da candidatura do Ricardo (à presidência da Fifa), mas não há nada definido ainda, não sei se é algo verdadeiro. O João Havelange foi uma grande referência do Brasil e apoiarei o Ricardo se for necessário", completou.

João Havelange, presidente da Fifa entre 1974 e 1998, continua influente na entidade e apoia a candidatura de Ricardo Teixeira. O possível apoio de Pelé demonstra que não há mais atritos entre ele e o atual presidente da CBF. Em 1993, o Rei denunciou irregularidades na CBF e acabou processado pelo mandatário. As arestas foram aparadas no início dos anos 2000.

Leia tudo sobre: copa 2014copa do mundofifapelé

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG