É bom a gente respeitar, porque o futebol hoje está muito equilibrado", alertou o "Rei do futebol

Depois da conquista da Copa Libertadores da América pelo Santos , a grande expectativa é que a equipe praiana dispute a final do Mundial de clubes no final do ano, no Japão, provavelmente contra o Barcelona . Para Pelé, no entanto, o time da Baixada deve se precaver para não repetir o vexame do Internacional , que foi eliminado pelo congolês Mazembe nas semifinais do torneio do ano passado.

"O Santos está com um time bem montado. Só não pode pensar que já vai disputar com o Barcelona. É um torneio e terá um jogo antes. O Inter era um dos favoritos e perdeu para um time africano", lembrou o eterno camisa 10 santista durante a gravação de um comercial de uma rede de farmácias.

"Todo mundo está falando que a final será Santos e Barcelona. É bom a gente respeitar, porque o futebol hoje está muito equilibrado, as equipes e os técnicos se conhecem, acompanham na TV. É preciso respeitar. Mas se der Santos e Barcelona na final desse torneio, será um jogo sensacional, uma parada dura", projetou.

Além do time praiano, o "Rei do futebol" também voltou a dar a sua opinião sobre a organização da próxima Copa do Mundo , que será realizada no Brasil. Para o ex-jogador, a situação do país há menos de três anos da competição é preocupante.

"A preocupação maior é que todos sabem, que já falei meses atrás, da falta de seriedade na organização e para reunir, junto com o governo, as forças para as construções e reformas que a Fifa exige. O Brasil está atrasado e, infelizmente, São Paulo está essa briga e não temos ainda uma decisão de um campo. Talvez até perca a sede. E isso é triste para quem trabalhou dois anos pedindo votos mundo afora", lamentou o "Rei".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.