Técnico comandará 17 treinos até a estréia do Brasil na Copa America, no dia 3 de julho, contra a Venenezuela

Pela primeira vez, Mano Menezes terá 11 dias para trabalhar com jogadores da seleção
AP
Pela primeira vez, Mano Menezes terá 11 dias para trabalhar com jogadores da seleção
Testar jogadores, trabalhar posicionamento e ensaiar jogadas. A rotina de todos os técnicos de futebol vira quase algo abstrato para o comandante da seleção brasileira . Desde que assumiu o time, Mano Menezes terá pela primeira vez a partir desta quarta-feira um período de treinamentos de mais de cinco dias seguidos com a seleção. Até a estreia na Copa América, contra a Venezuela, serão 11 dias, com 17 treinamentos marcados.

É o mesmo tempo, por exemplo, que o próprio Mano Menezes teve de pré-temporada no seu último trabalho em um clube. No Corinthians , em 2010, ele treinou durante 11 dias em Itu. Menos que os 24 dias que teve em 2009, os 12 em 2008 e os 14 em 2007, quando ainda trabalhava no Grêmio .

Porém é bem mais do que a experiência mais larga de treinamentos que viveu na seleção, em setembro, na sua segunda convocação. Apenas com jogadores que atuam no futebol europeu, Mano Menezes trabalhou o time por cinco dias seguidos em Barcelona, na Espanha.

Com mais tempo agora, o técnico fará dois treinos por dia, o que não havia experimentado desde que assumiu a seleção, em agosto. Em todos as convocações, Mano Menezes vinha realizando apenas um trabalho por dia com os convocados.

As vésperas de disputar a sua primeira competição oficial à frente da seleção, o técnico muda a rotina e se aproxima do que vivenciou nos clubes que passou. Antes, porém, Mano deu um período de férias para seus convocados.

Os jogadores tiveram duas semanas de folga entre os amistosos contra Holanda e Romênia e o período de treinos na Argentina. Por conta disso, o Brasil foi a última seleção a iniciar a preparação para a Copa América . A ideia da delegação foi dar descanso para os jogadores que estão no final da temporada. Dos 23 convocados, 16 atuam na Europa e se encontram nessa situação.

Tempo para mostrar trabalho
Com a defesa titular praticamente definida, com Júlio Césa r , Daniel Alves , Lúcio , Thiago Silva e André Santos , o meio campo e o ataque ainda mantém incógnitas na seleção. Realidade perfeita para quem busca um espaço no time.

É o caso, por exemplo, do são-paulino Lucas , testado nos últimos três amistosos da seleção. Na chegada à Argentina, o meia-atacante comemorou o fato de ter agora um período mais longo de treinos com a seleção. “Vou ter tempo para mostrar trabalho. Espero aproveitar as oportunidade. Vai ter tempo para entrosar o time”, afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.