Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pegadinha de jornal diz que Portugal vendeu Cristiano Ronaldo à Espanha

Jornal entrou no clima de 1º de abril e afirmou que atacante foi vendido para saldar dívida portuguesa

EFE |

EFE
Jornal colocou Cristiano Ronaldo na seleção espanhola em brincadeira do "Dia da Mentira"
Inspirado pelo 1º de abril, popular 'dia da mentira' (na Europa chamado de 'dia dos inocentes'), o diário britânico "The Independent" publicou em sua edição desta sexta-feira que Portugal decidiu vender o jogador Cristiano Ronaldo para a Espanha para atenuar sua crise financeira.

"Portugal vende Ronaldo à Espanha por 160 milhões de euros para ajudar a secar a dívida nacional", diz o título usado pelo periódico em sua terceira página, onde também publicou fotos do jogador e dos chefes de Governo dos dois países apertando as mãos.

"Em uma ação que, segundo alguns observadores, levará à destruição da Copa do Mundo, Cristiano Ronaldo decidiu 'agir como um patriota' e aceitar ser vendido à vizinha Espanha por 160 milhões", "informou" o periódico, destacando que a transferência ocorre depois do rebaixamento da qualificação creditícia do país.

Embora o valor da pseudotransferência represente o dobro do valor pago pelo Real Madrid ao Manchester United em 2009 pela contratação de Ronaldo - até hoje o recorde mundial -, o montante praticamente desaparece se comparado aos 12 bilhões de euros devidos por Portugal.

Ainda segundo a brincadeira, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, prepara uma contraproposta de 230 milhões para convencer Cristiano Ronaldo a defender a seleção inglesa, já que foi na Premier League que o português "se tornou uma estrela".

Leia tudo sobre: futebol mundialinglaterraportugalespanha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG