Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Pedreiro, sonhador e viajante: apostas são apresentadas no Grêmio

Douglas Grolli, Felipe Nunes e Pablo não temem peso da camiseta na grande chance da carreira

Hector Werlang, enviado iG a Bento Gonçalves |

Hector Werlang
Pablo, Felipe Nunes e Douglas Grolli buscam sucesso no Grêmio
O Grêmio apresentou, no começo da tarde deste sábado, em Bento Gonçalves, os últimos reforços para a temporada 2012. Apostas da direção, Douglas Grolli, Felipe Nunes e Pablo veem no time gaúcho a grande oportunidade da carreira. Não temem o peso da camiseta ou a concorrência de estrelas, afinal, suas histórias de vida indicam superação.

Mercado da Bola: fique por dentro das últimas negociações do futebol brasileiro

Até pouco tempo, Douglas Grolli, 22 anos, dividia os treinos técnicos e físicos na Chapecoense com o carregamento de tijolos, reboco de parede e preparo de cimento. Dificuldades financeiras o obrigavam a ajudar no sustento da casa. Então, conseguiu um “bico” de pedreiro na obra onde o pais trabalhava.

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

 

“Foi assim até 2008. Nas férias de 2009, repeti a dose. Espero nunca mais precisar voltar a fazer isso. Agora, realizei um sonho”, contextualizou o zagueiro, 1,90m, que tem na força física e no cabeceio suas melhores características.

Felipe Nunes, 21 anos, não foi muito diferente. Natural de Brasília, o agora meia cansou de ver a mãe e os seis tios passarem por dificuldades. Aliou o sonho de ser jogador com a necessidade de te responsabilidades precocemente:

“Comecei no futsal, durou até os 15 anos. Joguei no CFZ, o time do Zico. Foi ali que aprendia a ser bom passador e ter visão de jogo. Passei pela base do Goiás, Cruzeiro e Independente, de Limeira, até ser contratado pelo Grêmio. Chegou a minha chance e preciso aproveitar. Pelo sonho e pela família”.

Aos 20 anos, embora com a menor idade, o zagueiro Pablo é o mais rodado do trio. Veio do Ceará, mas já teve experiência internacional. Passou 15 dias no PSV, da Holanda, num período de testes. Não ficou lá, segundo sua versão sem muitos detalhes, por um desacerto. Não foi a única viagem. Desde os tempos de moleque em São Luís, no Maranhão, sempre buscou oportunidades longe para ser reconhecido pela qualidade com a bola nos pés. Fez testes em times amadores de São Paulo e até do Rio Grande do Sul.

“Foi difícil largar a família, mas vale a pena por um sonho. Me considero feliz e com sorte. Tenho uma boa chance. Tenho qualidade para sair jogando. Resta trabalhar”, comentou.

Assim, o Grêmio acaba as apresentações dos reforços para próxima temporada. Marcelo Moreno, Kleber, Pablo, Douglas Grolli, Felipe Nunes, Léo Gago, Marco Antonio e Sorondo já concederam as primeiras entrevistas no novo clube. O próximo treino é na tarde deste sábado.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

Leia tudo sobre: grêmiodouglas grollifelipe nunespablo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG