Atacante chega otimista ao Palestra Itália e diz que não reconhecer elenco de seu novo time é falta de respeito

O atacante Maikon Leite diz que não está nem aí para o Mundial que Santos vai disputar. Na apresentação do Palmeiras nesta sexta-feira, o jogador disse que ainda tem cinco anos de contrato com a equipe do Palestra Itália e que sabe que poderá ser campeão de tudo o que disputar sob o comando de Luiz Felipe Scolari .

Se auto-rotulando como pé quente, disse que vivia uma expectativa muito grande para vestir logo a sua nova camisa e que a meta a partir de agora é ser bicampeão da Libertadores.

Siga o iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

“Se você está vindo para o Palmeiras tem que saber que tem responsabilidade e eu estou preparado. Não estou aqui para ser salvador da pátria e eu vim para brigar por título. Vamos ganhar ou o Brasileiro ou a Sul-Americana e vamos disputar a Libertadores e ganhar de novo”, disse o camisa 7, que completou.

“Eu perdi a vontade de jogar contra o Barcelona (risos). Acordei hoje e pensei em jogar só Brasileiro. Mas, brincadeiras à parte, claro que o Mundial era uma coisa inédita que eu ia disputar, todo jogador quer. Mas aqui eu já penso no primeiro título que é um campeonato que possa levar à Libertadores e aí vamos chegar com condição de brigar. Eu ainda vou jogar esse Mundial, tenho cinco anos de contrato com o Palmeiras”, completou.

null

Maikon Leite também assumiu o papel de defensor do elenco. Ele afirmou que vê o seu novo time com completas condições de ganhar o Brasileiro, defendeu Felipão e disse que é falta de respeito dizer que seus companheiros não têm condição de levantar a taça do Nacional no fim de 2011.

Conheça o aplicativo Torcida Virtual e coloque seu time em 1º no ranking

Para ele, o jogador que mais se destaca no atual time é seu provável companheiro de ataque, Kleber . “O momento do Kleber é excepcional, né? Mas não tem só o Kleber. Tem o Marcos, que é ídolo de toda a torcida, o Assunção, que é o melhor cobrador de faltas do país, o Pierre, que está voltando de lesão, mas joga em qualquer equipe do Brasil e dispensa comentários”, finalizou.

Dirigentes lotam Academia de Futebol

A apresentação de Maikon Leite atraiu vários dirigentes para o Centro de Treinamento do Palmeiras. Além do vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, que normalmente aparece na chegada de novos jogadores, o presidente, Arnaldo Tirone, o diretor de comunicação, Newton Jr., o de marketing, Rubens Reis, e até o ex-presidente interino, Salvador Hugo Palaia, apareceram na Academia para darem boas vindas ao novo reforço.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.