Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Patrícia diz que Ronaldinho Gaúcho vai para Londrina na quinta

Presidente descarta desfile em carro aberto a pedido do jogador. Apresentação oficial será na quarta-feira

Thales Soares, enviado iG a Londrina |

Depois de uma longa novela para contratar Ronaldinho Gaúcho, o técnico Vanderlei Luxemburgo quer contar o mais rapidamente possível com o jogador nos treinamentos com o restante do grupo. O time está em pré-temporada em Londrina, onde fica até o dia 17. Por ele, o craque viajaria imediatamente para se ambientar na nova casa.

Segundo a presidente Patrícia Amorim, Ronaldinho Gaúcho vai ser apresentado nesta quarta-feira, sem uma forma definida ainda. Mas ele deve viajar na quinta-feira para começar a treinar em Londrina. A data de sua estreia com a camisa do Flamengo ainda não foi decidida.

“Não haverá carreata, a pedido do jogador. Ele será apresentado na quarta-feira, não sei ainda de que forma, mas virá para a Gávea. Depois, segue para treinar em Londrina”, disse Patrícia, em entrevista ao SporTV.

Luxemburgo considera importante para a convivência de Ronaldinho com o grupo sua presença em Londrina, apesar do pouco tempo de treinamento pela frente na cidade. Mesmo assim, seria uma forma de mostrar que ele será tratado da mesma forma que os outros jogadores durante o trabalho em campo.

Vicente Seda
Patrícia Amorim, presidente do Flamengo, anunciou oficialmente a contratação de Ronaldinho Gaúcho nesta segunda-feira
"Eu me preparei para entender o que está fora das quatro linhas e precisa acontecer. Mas acabou a novela então vem para cá. Vamos jogar futebol. Ele tem que conhecer o João Vítor, o Romário, os roupeiros, essa é a nossa turma. A vinda dele é fundamental para mostrar que foi contratado para jogar futebol, pegar sol, chuva, igualzinho aos outros", explicou Luxemburgo.

A contratação do jogador foi feita num grande esforço do departamento de marketing para encontrar parceiros dispostos a bancar a negociação. O treinador lembra que o resultado do trabalho fora de campo só será positivo com as vitórias e títulos conquistados em campo com o restante do grupo.

"Ronaldinho foi contratado para carregar o time, ser o grande ídolo e dar a resposta em campo. Sem resultado, nada de marketing acontece", disse Luxemburgo. "Não conversei pessoalmente com ele. Primeiro, vamos ver o objetivo do clube na temporada, depois o dele para ajudarmos nisso. Se está direcionado para a Copa de 2014. Sua volta para a seleção pode acontecer, fazendo a diferença, mas com comportamento de atleta e não de pop star", emendou.

Leia tudo sobre: FutebolFlamengoRonaldinho Gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG