Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Parceria Neymar e Borges estreia com quatro gols e anima camisa 9

Borges fica impressionado com o companheiro de ataque, e espera fazer uma grande temporada

Samir Carvalho, iG Santos |

Após a derrota de virada para o Flamengo por 5 a 4 na última quarta-feira , na Vila Belmiro, os jogadores do Santos não conseguiram esconder a frustração. No entanto, apenas um atleta conseguiu encontrar motivos para comemorar: o atacante Borges . Além dos dois gols marcados na partida, o camisa 9 ficou impressionado com Neymar , e espera aproveitar a parceria para fazer a melhor temporada de sua carreira.

AE
Borges e Neymar celebram gol do Santos na Vila Belmiro. Dupla marcou quatro na estreia

“Eu tive a oportunidade de jogar contra ele, e agora do lado, estou vendo que ele será um dos melhores jogadores do mundo. Ele vai ser ídolo. Esse é um ano que promete bastante e estou focado para fazer um grande campeonato”, afirmou Borges.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e ajude a manter o time no top 3 do ranking

Além dos gols, o quesito assistência também funcionou na dupla. No segundo gol de Borges na partida, Neymar foi quem deu a assistência. O camisa 11, mesmo caído, tocou de “bicicleta” para o camisa 9 finalizar sem goleiro da pequena área.

Borges participou do golaço de Neymar, que pode render uma placa ao camisa 11 na Vila Belmiro . O ex-atacante do Grêmio fez o pivô durante a jogada individual de Neymar, que após receber o passe de Borges, aplicou um drible desconcertante no zagueiro Ronaldo Angelim, antes de finalizar na saída de Felipe.

Borges estreou na terceira rodada do Campeonato Brasileiro, e já marcou seis gols em sete jogos com a camisa santista. “Eu já tive inícios como esse. Nos meus 12 primeiro jogos no grêmio fiz 12 gols”, disse o atacante.

Siga o Twitter do iG Santos e receba as notícias do time em tempo real

Já a estreia da dupla acontece apenas contra o Flamengo, pois Neymar estava defendendo a seleção brasileira na Copa América da Argentina. Antes disso, Muricy Ramalho estava poupado os titulares nas primeiras rodada da competição, já que o Santos disputava as finais da Copa Libertadores da América.

“Pelo pouco tempo que tivemos a oportunidade de treinar, até porque ele estava na seleção, fizemos um coletivo de 40 minutos na segunda-feira. Conseguimos se movimentar bem e fizemos os gols”, disse Borges, que espera uma cobrança forte devido a qualidade da dupla.

“Futebol nada fácil, aqui é mais difícil ainda. A cobrança ela é muito forte. Não podemos perder o foco, estou bastante focado”, concluiu.

 

 

 

Leia tudo sobre: santosborgesneymarbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG