Funcionários do clube fizeram protesto contra atrasos e paralisaram algumas atividades nesta quarta-feira

O Paraná Clube voltou a enfrentar problemas por conta de salários atrasados. Nesta quarta-feira, os funcionários do clube fizeram uma paralisação por falta de pagamento.

O problema já havia entrado em pauta na noite de terça-feira, após o empate por 1 a 1 com a Portuguesa , quando o técnico Ricardo Pinto revelou que estava com os salários atrasados. Os funcionários falam inclusive que os atrasos são rotina e que o clube está "abandonado".

O vice-presidente financeiro Celso Bittencourt reconhece os problemas de caixa, mas nega que exista paralisação dos funcionários. Ele também disse que o presidente Aramis Tissot está cuidando exclusivamente do futebol, enquanto ele e outros dirigentes estão tentando resolver os problemas financeiros.

Já os funcionários dizem que estão apenas exigindo seus direitos. Além disso, apenas parte dos trabalhos estão parados.

A diretoria atual se defende dizendo que há muitas dívidas de gestões anteriores e pediu paciência aos colaboradores.

Mas esse não é um problema exclusivo do departamento administrativo.

Quanto ao atraso no pagamento do técnico Ricardo Pinto, o problema seria com um dos patrocinadores, cuja quantia paga ao clube serve para o acerto salarial do treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.