Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Paraná vence Criciúma em Santa Catarina

Gols de Brinner e de Cambará mantém os paranaense na terceira colocação na Série B

Gazeta |

O Paraná Clube mostrou força fora de casa e venceu o Criciúma por 2 a 1, em pleno Estádio Heriberto Hulse, quebrando uma longa sequência de partidas do adversário sem tomar gols em Santa Catarina. Com o resultado, a equipe paranaense segue no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, na terceira colocação, com 23 pontos ganhos.

O Paraná conseguiu abrir o placar aos 21 minutos do primeiro tempo, com Brinner, que aproveitou cruzamento de Lima a para desviar para o fundo das redes. O Criciúma empatou aos 28 minutos, em bela cobrança de falta de Zé Carlos. Depois do intervalo, Cambará, aos 13 minutos, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Criciúma encara o Icasa, terça-feira, no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. Já o Paraná Clube enfrenta no mesmo dia a Ponte Preta, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo

O primeiro arremate da partida aconteceu logo no primeiro minutos, com Éverton Garroni, que arriscou de fora da área, sem problemas para o goleiro Andrey. A resposta veio com o atacante Zé Carlos, aos quatro minutos, parando nos pés do seu xará camisa 1 paranista. O Parná insistia no início de jogo nos lançamentos em profundidade, mas o passe não dava certo.

Cambará mostrou categoria, aos 15 minutos, ao chapelar o adversário. Porém, o toque na sequência foi muito forte, sem direção. Aos 18 minutos, sem conseguir penetrar na defesa adversária, Bruno Meneghel tentou de longe, pela linha de fundo. Até que aos 21 minutos, Lima cobrou falta e Brinner desviou para empurrar para as redes e abrir o placar para o Paraná. Os catarinenses tentaram devolver, três minutos depois, com Anderson Conceição, mas a cabeçada foi para fora.

O Criciúma chegou ao empate aos 28 minutos, em cobrança de falta perfeita de Zé Carlos. Também de bola parada, Lima teve uma oportunidade, aos 33 minutos, e carimbou a barreira. O ritmo do jogo caiu um pouco, com as ações truncadas no meio-de-campo. Lance inacreditável para os paranaenses, aos 42 minutos, com a bola sobrando com liberdade para Giancarlo após falha de Baraka. O atacante desviou completamente torto.

Na segunda etapa, o Criciúma começou pressionado e, no primeiro ataque, Zé Carlos tentou a cabeçada e acertou Bruno Meneghel no meio do caminho. Aos seis minutos, Fabinho Capixaba chutou forte para boa defesa de Zé Carlos. A equipe da casa pressionava em busca da virada no placar. A defesa paranaense cochilou e, aos 12 minutos. Zé Carlos avançou com a bola e chutou pela linha de fundo.

Quando passava pelo pior momento na partida, o Paraná chegou a seu segundo gol, aos 13 minutos, com Cambará, que aproveitou jogada bem arquitetada e o pivô de Giancarlo para chutar para as redes. Aos 18 minutos, Pedro Carmona, que havia acabado de entrar, cobrou falta e acertou a barreira. Levantamento de Carmona, aos 25 minutos, ninguém afastou e Zé Carlos teve trabalho para defender.

Depois de sentir o segundo gol, o Tigre acordou novamente e passou a pressionar. Aos 30 minutos, falta na entrada da área e Zé Carlos carimbou a barreira. Aos 34 minutos, lançamento para Zé Carlos, mas o goleiro do Tricolor da Vila saiu do gol para proteger. Aos 40 minutos, Schwenck tentou o chute cruzado e o arqueiro do Paraná fez um milagre para defender e garantir a vitória.

Leia tudo sobre: série b 2011paranácriciúmafutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG