Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Paraná perde mais uma, desta vez para o Arapongas

Time ainda não venceu nenhuma partida em dez rodadas do Campeonato Paranaense em 2011

Gazeta Esportiva |

Dez rodadas disputadas pelo Campeonato Paranaense 2011 e nada de vitória para o Paraná Clube, o lanterna da competição, que vive a pior campanha de sua história. Desta vez a derrota foi para o Arapongas, por 1 a 0, no Estádio dos Pássaros. Com o resultado, a equipe do interior mostrou que é a algoz dos grandes da capital, chegando aos 16 pontos.

O time da casa abriu o placar aproveitando um lance infantil de Serginho, que derrubou George na área. Na cobrança da penalidade, aos 10 minutos, Wellington balançou as redes. Depois do intervalo, o nível técnico caiu, graças ao calor e ao lamentável estado do gramado.

Na próxima rodada, o Arapongas vai a Apucarana onde, no domingo, enfrenta o Roma, no Estádio Bom Jesus da Lapa. No mesmo dia, o Paraná Clube encara o Cascavel, no duelo das duas piores campanhas do primeiro turno, na Vila Capanema, em Curitiba.

O jogo

Enfrentando o adversário e as próprias limitações, o Paraná ainda se deparou com um gramado inapropriado para a prática do futebol, coberto por areia para esconder os buracos. Mesmo assim, chegou no ataque aos quatro minutos, com um rebote para Kelvin, que não chegou na bola. Logo veio o banho de realidade. Aos oito minutos, George foi derrubado na área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Wellington balançou as redes.

Mais uma vez não era uma jornada feliz para o Paraná, que não conseguia criar jogadas de ataque e sofria na defesa. Aos 14 minutos, George fez o cruzamento com perfeição, e Jocivalter, com liberdade, conseguiu perder o segundo gol. Aos 19 minutos, Thiago Rodrigues saiu da área para afastar a bola, Wellington pegou a sobra e tentou por cobertura, sem sucesso.

O forte calor no interior do Estado obrigou o árbitro a dar um tempo técnico. Na volta o time da capital teve uma melhora discreta. Aos 29 minutos, Douglas Packer cobrou falta e Danilo afastou o perigo de soco. Aos 35 minutos, o camisa 1 paranista fez lambança,mas se recuperou para impedir que Jocivalter fizesse o gol que Pelé não fez. Arapongas no ataque, aproveitando os espaços e, aos 40 minutos, Luciano recebeu na área e desperdiçou, batendo na rede, pelo lado de fora.

Na segunda etapa, os dois times voltam modificados, com Paim pela equipe da casa e Borges pelos visitantes. Aos dois minutos, Douglas Packer cobrou falta na entrada da aérea, a bola desviou e saiu pela linha de fundo. Depois de um verdadeiro futebol digno da várzea no areião de Arapongas, o time da casa criou uma grande oportunidade com Ermínio que, aos 11 minutos, mandou um petardo, exigindo grande defesa de Thiago Rodrigues.

O Paraná tinha que apostar nas jogadas individuais, como aos 16 minutos, quando Paulo Henrique dançou na frente do zagueiro, cortou pra dentro e chuto em direção ao ângulo. No meio do caminho, a defesa conseguiu afastar de cabeça. Aos 20 minutos, Rodrigo Defendi cochilou, Luciano partiu em velocidade e deixou a bola correr demais. O árbitro deu mais uma parada técnica no segundo tempo.

Tentando empatar, o Paraná arriscava de onde dava. Aos 30 minutos, Marquinho pegou rebote na intermediaria e chutou à esquerda da meta. Aos 35 minutos, Bruno Maranhão recebeu lançamento com liberdade e o árbitro marcou impedimento. Aos 37 minutos, dentro da pequena área, Rogerinho chutou e Thiago Rodrigues fez linda defesa. O time paranista ensaiou uma pressão, mas a defesa do Arapongas estava bem postada. Depois de bate-rebate, aos 44 minutos, Rafael Vaza mandou a bomba e o goleiro salvou no susto.

Leia tudo sobre: paranáarapongascampeonato paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG