Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Paraná apenas empata e se complica na briga contra o rebaixamento

Gol do Paraná foi marcado por Douglas Packer, aos 4 do segundo tempo. Operário empatou com Mateus, aos 12

Gazeta |

Jogando fora de casa e desfalcado, o Paraná conseguiu apenas um empate por 1 a 1 com o Operário e se complicou na briga contra o rebaixamento. O Tricolor foi a 16 pontos na classificação geral e, caso o Rio Branco vença o Iraty no domingo, fica a cinco de escapar da degola.

O gol do Paraná foi marcado por Douglas Packer, aos quatro minutos do segundo tempo, enquanto o Operário empatou com Mateus, aos 12. O Fantasma está momentaneamente na terceira colocação com 14 pontos, podendo ser ultrapassado pelo Cianorte, que enfrenta o Atlético-PR.

O técnico Ricardo Pinto não pode contar com os volantes Serginho, Anderson e Luiz Camargo, o meia Diego, o lateral esquerdo Henrique, e os meias Ricardinho, Maikon Freitas e Kelvin.

Na próxima rodada, o Operário recebe o Cianorte, e o Paraná joga contra o Iraty no estádio Durival de Brito.

O jogo

Logo aos quatro minutos, o Paraná tentou sair jogando, perdeu a bola e Mateus acertou um belo chute para grande defesa de Thiago Rodrigues. Na sequência, Ceará recebeu na esquerda, cortou para o meio, mas arrematou errado, sem riscos à meta tricolor.

Aos 16 minutos, Cambará teve a bola na grande área, livre, mas chutou por cima do gol. No lance seguinte, o meia do Operário cruzou, Thiago Rodrigues deixou passar e a bola chegou em Hevandro, mas ele errou o chute. Mateus ainda teve a chance de abrir o placar, mas desperdiçou.

O próximo lance de perigo aconteceu apenas aos 41, quando o zagueiro Rodrigo Defendi furou dentro da área e Mateus chutou, mas o defensor paranista se recuperou e bloqueou a oportunidade. Precisando do resultado de qualquer forma, o Paraná voltou com volúpia para a segunda etapa e fez o seu gol aos quatro minutos.

Em um contra-ataque, Taianan recebeu no meio-campo e lançou Douglas Packer, que invadiu a área e marcou. O Operário empatou aos 12 minutos, quando Mateus completou cruzamento da Serginho Catarinense, cobrando falta sofrida por Lisa, e balançou as redes.

Aos 29 minutos, o técnico Amilton Oliveira promoveu a entrada de Osmar no lugar de Mateus, e não se arrependeu. Aos 32, ele ajeitou para Serginho Catarinense, mas Thiago Rodrigues defendeu. Na sequência, o próprio atacante cabeceou na trave, quase virando a partida.

Leia tudo sobre: Campeonato Paranaense 2011ParanáOperário

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG